summary_large_image
A COR DA PELE
A Macron despede-se do Sporting CP da melhor maneira e, quer venha a Nike, quer seja qualquer outra, desejo-lhes sorte, porque a fasquia ficou elevada.   
18 Out 2020, 11:40

Desde sempre que gosto das camisolas do Sporting CP, fosse qual fosse o patrocinador, basta ser uma camisola verde e branca para eu gostar, mas as deste ano estão qualquer coisa de muito bom. A Macron despede-se de Alvalade em grande!

Bem sei que a minha opinião não é igual à de muitos adeptos, bem sei que muitos são aqueles que acham, inclusive, que a camisola principal é horrível e que o segundo e o terceiro equipamentos vão pelo mesmo caminho, mas eu adoro as três.

Se, na primeira, o pormenor do batimento cardíaco é incrível, o segundo equipamento, com as garras do lado esquerdo, não lhe fica nada atrás… Já a terceira, com o nosso ´O  Mundo Sabe Que´ escrito está qualquer coisa de muito, muito bom. O mesmo se passa com esta última a aparecer, a camisola vintage, em homenagem ao Enorme Rui Jordão, traz com ela a memória de grandes jogos, de grandes golos, de grandes jogadas e de um enorme jogador que o ano passado, infelizmente, nos deixou.

A história deste Sporting CP faz-se disso mesmo: memórias. Muitos são ainda os que se recordam dos cinco violinos, do Jordão, do Balakov, do Iordanov e de outros que tais… Os mais novos recordarão Sá Pinto, Pedro Barbosa, Luís Figo. Mas, mais do que recordar jogadores, tenho a certeza que, se perguntarem a qualquer Sócio e adepto, como era a camisola que cada um destes homens tinha vestida, eles lembrar-se-ão.

As camisolas marcam uma temporada, mas esta do Jordão é qualquer coisa de incrível. A Macron despede-se do Sporting CP da melhor maneira e, quer venha a Nike, quer seja qualquer outra, desejo-lhes sorte, porque a fasquia ficou elevada.

  Comentários
Mais Opinião
Mariana Cordeiro Ferreira
CASA ONDE NÃO HÁ PÃO…
E os Sportinguistas já não têm essa paciência, os Sportinguistas estão cansados de esperar, de pensar que "para o ano é que é".
Mariana Cordeiro Ferreira
SER OU PARECER
Neste momento e em termos Europeus, o Sporting é Grande sim, em Hóquei e em Futsal por exemplo, mas no que diz respeito ao futebol, a conversa volta novamente a ser outra.
Mariana Cordeiro Ferreira
PARA TI, BRUNO!
Leva contigo o Esforço, a Dedicação a Devoção e a Glória que por cá aprendeste, porque aí, a história de quem vai vestido de verde e branco, é feita de títulos e tu mereces ganhá-los.
Mariana Cordeiro Ferreira
#DIADESPORTING
É altura de colocar o cachecol, vestir a camisola e preparar a voz... porque o amor chama e a este nunca viraremos as costas.
Mariana Cordeiro Ferreira
ESTE AMOR QUE NOS CONSOME
É o amor que me faz ter um 1906 tatuado, é o amor que me deixa com a lágrima no olho cada vez que vejo uma criança com o símbolo do leão rampante ao peito.
Mariana Cordeiro Ferreira
OBRIGADA MÃE POR ME TERES FEITO DO SPORTING
Hoje, vou levá-la à bola outra vez e já vou conseguir vê-la a cantar O Mundo Sabe Que com o cachecol ao alto e é aí que a emoção vai falar mais alto outra vez, porque se é amor, a ela o devo.
Mariana Cordeiro Ferreira
EXISTEM DIAS
Seria tão fácil dizer que para mim já chega, que estou cansada, que vou deixar de pagar quotas, mas a palavra fácil nunca esteve presente no nosso dicionário.