summary_large_image
A IMPUNIDADE NO CASHBALL
Para bem do desporto nacional, não joguem por baixo das mesas, joguem às claras.
25 Nov 2020, 12:12

Onde estão os verdadeiros responsáveis pelo projeto do cashball para a destruição de pessoas e de um clube que, na realidade, teve um desfecho processual sem qualquer tipo de acusação? Que interesses estariam por trás dessas denúncias?

Digo isto, tal como foi referido na comunicação social. Não está em causa uma pessoa, está em causa, sim, a coletividade centenária que é o Sporting CP, assim como os seus responsáveis da época e que denegriram e devassaram a vida social das pessoas que agora se viram ilibadas de qualquer tipo de acusação, assim como o nosso clube.

Pessoas essas que foram envolvidas pelos piores motivos, nas noticias não só em Portugal como em todo o mundo. Quem vai pagar todos esses prejuízos causados ao Sporting?

Pois assim é que, uma vez que outras acusações ao longo de décadas têm sido desmascaradas, mas que embora com grandes suspeitas de fraude desportiva, nunca foram tão profundas as feridas com que estes responsáveis (e não só) do Sporting Clube de Portugal, tivessem sido enxovalhados.

E hoje, depois de não haver qualquer tipo de acusação, não vejo ninguém a responsabilizar quem quer que seja, pelas denúncias caluniosas que levantaram. Sem qualquer tipo de dignidade e responsabilidade, atirando-se com mentiras para o ar, só porque o Sporting CP, em todas as áreas desportivas que estava envolvido neste processo cashball, tinha ganho quase todos os campeonatos em Portugal, assim como a nível europeu.

É fácil dizer mal, porque infelizmente existe impunidade para quem levanta esses falsos testemunhos.

Pois onde estão agora os comentadores, para que não falem todas as semanas ou todos os dias, como falaram aquando das falsas acusações, a quem não tiveram qualquer problema em denegrir a imagem das referidas pessoas, assim como do Sporting CP?!

Nós não podemos ser só de aparências, temos de ser também de exigências. E aí, todos os jornalistas que não tiveram qualquer obstáculo para saber a verdade – denegrindo sem qualquer custo a imagem das pessoas e do clube, prejudicando também a sua vida profissional e familiar – deveriam agora pedir desculpas durante o mesmo período de tempo que andaram a denegrir a imagem das pessoas e do Sporting CP.

Deveriam fazê-lo com a mesma agressividade da inocência das pessoas, quando nada lhes custou dizer aquilo que disseram, que todos nós lemos e ouvimos. Isso custa muito porque infelizmente as pessoas dizem mal de quem quer que seja, sem que haja uma punição devida a cada um dos falsos testemunhos.

Deveriam ser responsabilizados, civil e criminalmente pelas falsas declarações, que como todos nós temos assistido, a inocência das acusações que foram feitas ao Sporting e aos seus dirigentes da época.

Para bem do desporto nacional, não joguem por baixo das mesas, joguem às claras.

Um jogo lícito, correto, transparente, é o que o desporto nacional e o país precisam.

Em minha opinião, já chega de difamação ao nosso clube.

Será que tudo isto seja uma forma de não quererem ver o que se passa nos bastidores, sendo sempre os “mesmos prejudicados”?!

  Comentários