summary_large_image
ANTES REAL QUE VIRTUAL!
Não obstante as incidências do jogo, nomeadamente a expulsão de Coates, um Clube grande não se faz de desculpas, mas somente de resultados.
Imagem de destaque05 Out 2020, 09:45

Contrariamente ao que muitas vezes acontece, ontem o Sporting CP não deu a primeira parte de avanço, entrando a todo o gás no jogo com o Portimonense SC. Como a “sorte protege os audazes”, os dois Nunos, primeiro o Mendes e depois o Santos, deram uma vantagem de dois golos logo aos 11 minutos, impondo respeito logo de início, ao adversário. Isto permitiu que a equipa sacudisse a pressão e exigência em mostrar serviço, garantindo um capital de confiança que permitiu gerir o jogo, de forma razoavelmente tranquila, até ao final do mesmo. Prova disso é o facto de Daniel Bragança e Gonçalo Inácio terem jogado mais de 30 minutos, sem que os que os algarvios conseguissem diminuir a diferença, tendo ainda sido anulado um golo a Coates. Três pontos bastante importantes, ainda para mais quando, na 4.ª jornada, teremos um Sporting CP – FC Porto, no recomeço da Liga NOS, após a pausa para os compromissos das seleções.

Contraste pois com a noite negra de quinta-feira contra o LASK, quando a equipa se afundou em campo. Seja em que circunstancia for, ser derrotado por 1-4, em pleno Estádio José Alvalade, é uma mácula para um Clube com o historial e prestigio que o Sporting CP tem e que deve zelar por manter. Não obstante as incidências do jogo, nomeadamente a expulsão de Coates, um Clube grande não se faz de desculpas mas somente de resultados. Como consequência, foram perdidos seis milhões de euros (1), pela ausência da fase de grupos da Liga Europa, como o ranking europeu do Sporting será prejudicado, na próxima época, dado não podermos somar mais pontos este ano. Em tempo útil, o autor deste texto alertou em crónicas anteriores para os perigos que um 4º lugar acarretava, sobretudo em tempo de pandemia.

Dispondo de uma Sporting TV, nem 3º treinador mais caro do mundo (2), nem o Presidente que o contratou, tiveram a frontalidade de dar a cara nessa noite, cabendo esse ónus a Hugo Viana que, no seu tom monocórdico e desprovido de qualquer emoção, terá irritado mais do que tranquilizado os Sportinguistas. Expectativa para observar as movimentações de fecho de mercado, nomeadamente para um alegado “braço de ferro” entre Amorim e Varandas sobre Paulinho (3), ponta de lança do SC Braga, dado Sporar, avançado esloveno adquirido com um esforço financeiro inicial de seis milhões de euros (4), parece contar pouco, esta época, para o treinador. Antonio Salvador, que na Liga amesquinha o Sporting (5), que persiste em não enviar “pesos pesados” para essas reuniões, deve rir-se a “bandeiras despregadas” com o facto de poder “caçar” mais uns milhões á conta do Sporting, enquanto “canta de galo” em público. Incompreensível estes negócios assim com o Braga.

Na semana passada decorreu, no auditório Artur Agostinho, a Assembleia Geral da SAD. Foi longa e extensa, superando as 10 horas de duração, com a presença de muitas personalidades conhecidas do universo Sportinguista (6). Com a condução equilibrada e focada no esclarecimento ao acionista, por parte de Bernardo Ayala, Presidente da Mesa, foi possível a administração ser questionada sobre as várias questões (e são muitas!) que envolvem o Sporting. Postura elogiada por todos os acionistas, contrastando, de forma gritante, com a de Rogério Alves, como também fizeram questão de mencionar vários acionistas. Em bom rigor, há que dizer que Frederico Varandas e Salgado Zenha estiveram em boa forma, com respostas prontas e afirmando, na sua linha de raciocínio, os fundamentos para as suas decisões. A postura tranquila com que encararam os acionistas, que os questionaram com perguntas difíceis, foi bem diferente de outras assembleias onde se envolveram em picardias, levando a uma AG mais equilibrada e condizente com os pergaminhos do Sporting. E se, perante os acionistas, Varandas mostrou energia, torna-se necessário entender que o Sporting é tão grande e diverso que é preciso também informar e cuidar do Sportinguismo, nomeadamente através da massa associativa e adeptos em geral.

Como nota final, foi um orgulho dar a cara e voz pelo Leonino perante o Presidente da Mesa, Bernardo Ayala, Conselho de Administração e restantes acionistas quando fomos invocados. Atuando em consonância com a cordialidade e serenidade do pedido, entendi de imediato aceder ao mesmo. O sentido de responsabilidade e institucional impôs-se, afirmando uma posição clara, na hora, sem, no entanto, deixar de alertar todos os acionistas que, lá fora, os Sportinguistas iriam ficar à mercê de “Twitters” com informações fantasiosas, relatos tendenciosos, num streaming de desinformação. As palavras de apreço por esta atitude de Sportinguismo pelas pessoas que estiveram na Assembleia, bem como outras de viva voz, nos dias seguintes, superam largamente todas as outras que anónimos “pouco anónimos” debitaram nas redes sociais. O autor deste texto prefere as pessoas reais às virtuais!

1 – https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/sporting-deixa-escapar-quase-6-milhoes-de-euros

2 – https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/ruben-amorim-e-o-3-o-tecnico-mais-caro-do-mundo-braga-encaixa-125-milhoes-em-treinadores-num-ano

3 – https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/sporting/noticias/wendel-abre-via-para-paulinho-sporting-prepara-ultima-investida-12876427.html

4 – https://leonino.pt/slovan-duvida-que-leoes-consigam-pagar-sporar/

5 – https://leonino.pt/salvador-malha-em-sporting-cp-indefeso-na-liga-com-audio/

6 – https://leonino.pt/armada-de-peso-chegou-a-sad/

Diretor Leonino

  Comentários
Mais Opinião
Pedro Geada
Imagem de destaque
ESTÁ DADO O ´PONTAPÉ DE SAÍDA´
Sendo um projeto de e para Sportinguistas, queremos que seja, e será certamente, um ‘rugido’ de referência que se ouvirá no Reino do Leão!
Pedro Geada
Imagem de destaque
DA “GUERRA DOS SEIS DIAS” AO VIETNAME”
Diz o povo que "mais vale um mau acordo que uma boa demanda"...será isso possível neste caso?
Pedro Geada
Imagem de destaque
A LIDERANÇA E O HORROR AO VAZIO
A falta de atitude, garra e vontade de vencer é das coisas que mais irrita os Sportinguistas, quase tanto como os próprios insucessos.
Pedro Geada
Imagem de destaque
ESTE SILÊNCIO NÃO É DE OURO… É DE LATA!
O Presidente do Sporting deve ser o primeiro guardião dessa ambição, dessa exigência e dessa intransigência, a favor da excelência na performance de equipas e atletas!
Pedro Geada
Imagem de destaque
NIXON NA JUGOSLÁVIA COM OS OUVIDOS EM PARIS
É preciso que o bom senso e o sentido de Clube voltem a imperar, colocando os superiores interesses do Sporting em primeiro lugar!
Pedro Geada
Imagem de destaque
UM SÁBADO DO INVERNO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO
Presume-se assim que Salgado Zenha não seja fã de campismo... mas nem os rivais diminuem o Sporting com declarações destas.
Pedro Geada
Imagem de destaque
3 + 3 x 3: A CONTA QUE O FUTEBOL FEZ
Miguel Albuquerque sabe que o seu desempenho como Diretor é avaliado por resultados e títulos, sinalizando, assim, que não está com contemplações para quem não os obtém.
Pedro Geada
Imagem de destaque
ASSUMIR RESPONSABILIDADES E TOMAR DECISÕES
Os 11 anos de futebol, que Varandas tanto proclamou, agravam agora um atestado de inaptidão para deter o pelouro do Futebol na SAD.