summary_large_image
É LIDAR
É lidar, amigos. Custa muito ver os outros vencer? Custa. Passei por isso durante muitos anos, mas sempre continuei cá, não desisti de modalidade nenhuma e sempre cá continuarei.
06 Jun 2021, 09:00

Durante toda a minha vida de Sporting e, principalmente, quando me apercebi de que o meu clube era prejudicado, ouvia dos adeptos dos rivais “deixa-te de mimimi, se jogares à bola para ganhar isso não acontece!”

A verdade é que durante muito tempo não os ouvia a eles com as mesmas queixas, ou se ouvia, era de tal maneira infundadas que nem sentido fazia. Este ano tudo mudou e começou a mudar quando se aperceberam que naquilo que andaram a dizer de que “O futebol português precisa de um Sporting forte”, os poderia deixar para trás.

Entre portistas e benfiquistas, o espanto foi geral. Maior foi ainda quando, mesmo beneficiados, o Sporting de Amorim e Companhia continuava forte e a vencer até que, se arrependeram de o ter dito. Como sei que se arrependeram? É simples, basta ver pelo comportamento, principalmente da equipa do FC Porto nos últimos jogos do Campeonato onde se aperceberam que já nada havia a fazer que pudesse impedir o título para o Sporting. Chegaram até, veja-se só, a pedir igual tratamento ao que era dado ao clube de Alvalade (na minha sincera opinião se fossem realmente tratados como nós fomos durante décadas, duravam uma semana), e até com tratamento especial conseguiram ter um comportamento… (não posso dizer, mas toda a gente percebe, não é?)

O culminar deste comportamento deu-se esta semana na Final do Campeonato Nacional de Basquetebol. Não só tiveram mau perder (e sim, acho que ninguém gosta de perder), como ainda resolveram pontapear, esmurrar e espernear, ao ponto de terem destruído do troféu de vencedor. Como se isso não bastasse resolveram ainda não comparecer para a entrega das medalhas e também não estiveram presentes nas conferências de imprensa pós jogo.

Vieram para as redes sociais (e quando digo vieram falo essencialmente de Francisco J. Marques) queixar-se. Aquele lance final, para mim e para os árbitros do encontro, foi falta, para muitos outros, adeptos ou não do Sporting, também, mas para as mais altas instâncias do FC Porto não foi, resolveram repescar um tweet de 2018 (onde acusavam um árbitro num jogo com o Benfica em futebol) para dar a entender que estavam muito ofendidos.

É lidar, amigos. Custa muito ver os outros vencer? Custa. Passei por isso durante muitos anos, mas sempre continuei cá, não desisti de modalidade nenhuma (e olhem que se fosse por roubo tinha muitas para terminar) e sempre cá continuarei.

Aproveitar também, e já que estamos a falar de azia de outros, para sugerir que os adeptos contrários (e aqui aproveito para falar dos dois) que comprem uns comprimidinhos para o estômago, só de prevenção, porque ainda temos a Final do Campeonato Nacional de Hóquei e a Final do Campeonato Nacional de Futsal.

Se eu estou a festejar de forma antecipada? De modo nenhum, apenas a sugerir, até porque nessas modalidades, não sei se sabiam, já tenho dois títulos Europeus para cada um deles, só este ano.

  Comentários
Mais Opinião
Mariana Cordeiro Ferreira
CASA ONDE NÃO HÁ PÃO…
E os Sportinguistas já não têm essa paciência, os Sportinguistas estão cansados de esperar, de pensar que "para o ano é que é".
Mariana Cordeiro Ferreira
SER OU PARECER
Neste momento e em termos Europeus, o Sporting é Grande sim, em Hóquei e em Futsal por exemplo, mas no que diz respeito ao futebol, a conversa volta novamente a ser outra.
Mariana Cordeiro Ferreira
PARA TI, BRUNO!
Leva contigo o Esforço, a Dedicação a Devoção e a Glória que por cá aprendeste, porque aí, a história de quem vai vestido de verde e branco, é feita de títulos e tu mereces ganhá-los.
Mariana Cordeiro Ferreira
#DIADESPORTING
É altura de colocar o cachecol, vestir a camisola e preparar a voz... porque o amor chama e a este nunca viraremos as costas.
Mariana Cordeiro Ferreira
ESTE AMOR QUE NOS CONSOME
É o amor que me faz ter um 1906 tatuado, é o amor que me deixa com a lágrima no olho cada vez que vejo uma criança com o símbolo do leão rampante ao peito.
Mariana Cordeiro Ferreira
OBRIGADA MÃE POR ME TERES FEITO DO SPORTING
Hoje, vou levá-la à bola outra vez e já vou conseguir vê-la a cantar O Mundo Sabe Que com o cachecol ao alto e é aí que a emoção vai falar mais alto outra vez, porque se é amor, a ela o devo.
Mariana Cordeiro Ferreira
EXISTEM DIAS
Seria tão fácil dizer que para mim já chega, que estou cansada, que vou deixar de pagar quotas, mas a palavra fácil nunca esteve presente no nosso dicionário.