summary_large_image
HOJE NÃO É MARÇO
Ademais, reiterou algo de muito importante: “o futebol é o momento”.
05 Abr 2021, 09:51

É hoje! Depois da interrupção para as Seleções e celebração da Páscoa, o nosso Sporting joga às 21h, em Moreira de Cónegos. O adversário, atual oitavo classificado da Liga NOS, promete um desafio difícil, sendo que é um grande teste para o Sporting, parado há 15 dias, para recomeçar este ciclo competitivo com uma vitória. Adicionalmente, será também interessante repor a diferença pontual, atualmente em 7 pontos, em relação ao FC Porto que venceu o Santa Clara, no sábado, sendo a equipa com mais penáltis assinalados a seu favor, da Liga NOS, somando agora 13 penáltis favoráveis (1). Saliente-se que, ao invés de Março, entramos em campo depois dos nossos rivais, pelo que falta saber como a equipa do Sporting irá reagir a essa carga psicológica.

Durante o interregno, Palhinha e Nuno Mendes brilharam ao serviço da Seleção Nacional, abrindo o apetite para rumores de hipotéticas transferências, talvez com um fundo de verdade ou talvez com o intuito de desconcentrar os jogadores leoninos… um filme muitas vezes repetido com os ativos da Sporting SAD. Esteve bem Rúben Amorim, ontem, ao lembrar que os jogadores já se encontram num grande clube europeu, com muitos jogos por fazer (2). Ademais, reiterou algo de muito importante: “o futebol é o momento”. Como tal, tudo está bem quando corre bem e o inverso também sucede. Daí o apelo ao foco de jogadores e adeptos para que se lembrem que o mês de Abril está aí para “doer”, somando ainda jogos com Famalicão, Farense, B SAD e Braga ao de hoje.

À boleia da ascensão meteórica de Nuno Mendes, no plano nacional e internacional, Miguel Braga veio, na semana passada, dizer que o lateral esquerdo não tinha contrato de formação quando a Direção de Frederico Varandas tomou posse (3). Esta reivindicação gerou ondas de choque no universo leonino, tendo a reação mais contundente sido a de Virgílio Lopes, ex-Diretor da Academia, de 2013 a 2018, negando categoricamente o afirmado por Miguel Braga (4). Como entender então, que, com a liderança no campeonato e alguma pacificação nas hostes sportinguistas, se tenha o responsável da comunicação a deitar “achas para a fogueira”, em plena Sporting TV, em contraciclo com o atual sentimento da esmagadora maioria dos Sportinguistas? A resposta é simples e tenho vindo a identificá-la em crónicas anteriores. As eleições, aprazadas para, em princípio, Março de 2022, já se encontram a ser trabalhadas por parte da equipa de Frederico Varandas.

A questão de fundo, que deixo a consideração dos leitores, é se faz sentido este tipo de estratégias divisivas, promovendo discussões intestinas, quando existem atualmente motivos de apreço por trabalho realizado, que sem o qual a liderança do campeonato não seria possível. Seria porventura mais avisado estar atento ás nomeações de hoje, como as de Joao Pinheiro em campo e de Bruno Esteves no VAR, pois ainda nada está conquistado. Veremos em Março do próximo ano se os Sportinguistas premeiam, ou não, este tipo de conduta.

Diretor Leonino

  Comentários
Mais Opinião
Pedro Geada
ESTÁ DADO O ´PONTAPÉ DE SAÍDA´
Sendo um projeto de e para Sportinguistas, queremos que seja, e será certamente, um ‘rugido’ de referência que se ouvirá no Reino do Leão!
Pedro Geada
DA “GUERRA DOS SEIS DIAS” AO VIETNAME”
Diz o povo que "mais vale um mau acordo que uma boa demanda"...será isso possível neste caso?
Pedro Geada
A LIDERANÇA E O HORROR AO VAZIO
A falta de atitude, garra e vontade de vencer é das coisas que mais irrita os Sportinguistas, quase tanto como os próprios insucessos.
Pedro Geada
ESTE SILÊNCIO NÃO É DE OURO… É DE LATA!
O Presidente do Sporting deve ser o primeiro guardião dessa ambição, dessa exigência e dessa intransigência, a favor da excelência na performance de equipas e atletas!
Pedro Geada
NIXON NA JUGOSLÁVIA COM OS OUVIDOS EM PARIS
É preciso que o bom senso e o sentido de Clube voltem a imperar, colocando os superiores interesses do Sporting em primeiro lugar!
Pedro Geada
UM SÁBADO DO INVERNO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO
Presume-se assim que Salgado Zenha não seja fã de campismo... mas nem os rivais diminuem o Sporting com declarações destas.
Pedro Geada
3 + 3 x 3: A CONTA QUE O FUTEBOL FEZ
Miguel Albuquerque sabe que o seu desempenho como Diretor é avaliado por resultados e títulos, sinalizando, assim, que não está com contemplações para quem não os obtém.
Pedro Geada
ASSUMIR RESPONSABILIDADES E TOMAR DECISÕES
Os 11 anos de futebol, que Varandas tanto proclamou, agravam agora um atestado de inaptidão para deter o pelouro do Futebol na SAD.