summary_large_image
O CONTRIBUTO PARA A CLAREZA E PARA A VERDADE
Todos defendemos os interesses do Sporting CP. Nem que seja em lugares opostos.
19 Ago 2020, 10:40

Faz agora dois anos que iniciámos esta caminhada, que, para nós, foi uma aventura positiva, por ocasião das eleições no nosso grande Sporting Clube de Portugal. Pessoalmente, fizemos milhares de quilómetros a percorrer o país, de norte ao sul, não esquecendo as ilhas da Madeira e dos Açores, visitando Núcleos, Sócios, adeptos e simpatizantes Sportinguistas.

É verdade que na equipa que liderava, uns com mais, outros com menos trabalho, mas foi importante levarmos o Sporting CP onde praticamente não aparecia nenhum candidato já há alguns anos.

Com isto, também é verdade que fizemos com que outros candidatos se deslocassem a algumas regiões do interior do país. Abdicamos de alguns debates para, tão somente, levar o Sporting CP aos ainda Sportinguistas que resistem. E resistem, mesmo com o Sporting CP, a nível do futebol e da gestão do clube, onde infelizmente não temos tido as melhores alegrias, mas o Clube não tem culpa.

A culpa, é sim,  de quem o tem gerido. Vejamos: em 40 anos, apenas TRÊS campeonatos. Eu só digo: é lamentável, por vezes, algumas das pessoas que estiveram em Conselhos Diretivos não assumirem a responsabilidade da situação atual. Assim como este conselho diretivo ainda não se ter pronunciado acerca de todos os capitais que entraram no Sporting CP na sua gestão. Como é que foram aplicados e qual o seu retorno/mais valias (tanto desportivas, como financeiras)?! É que a estabilidade interna e financeira do Sporting CP está fortemente em causa.

Mais uma vez, agradeço aos Núcleos, assim como às (ainda) claques e outros departamentos do Sporting CP que visitámos, por todo o apoio que tivemos sem exceção, aproveitando, desde já, para pedir desculpa a alguns que não conseguimos visitar, por falta de tempo; mesmo assim, fiz cerca de 40.000 km no meu carro, o que muito me orgulho pelo trabalho que fiz, a toda a equipa que esteve connosco, naquela digressão.

O meu muito obrigado. Ao dia de hoje, alguns já não estão no mesmo barco, mas temos uma coisa em comum: somos todos Sporting CP! E queremos o bem do Clube.

Mais uma vez, digo isto com mágoa: os resultados que o Sporting CP tem tido nas últimas décadas, o Clube não tem culpa. Mas sim quem por lá está e outros que por lá passaram. Para isso, temos que estar juntos para todos, em conjunto, podermos vencer a quem a nós, Sporting, quer vencer. Todos defendemos os interesses do Sporting. Nem que seja em lugares opostos.

Recentemente, criei um grupo no WhatsApp com vista à união de todos os Sportinguistas. Entre muitos amigos e grandes Sportinguistas, que tanto acrescentaram valor ao clube e ao grupo, destaca-se agora também Pippo Russo, um “brilhante sociólogo e professor universitário na Universidade de Florença, bem como jornalista de investigação e autor do livro ´Jorge Mendes, a orgia do poder”. No meu entender, Pippo Russo é e será sempre uma grande mais valia para o Sporting CP, porque são pessoas como ele que o mundo desportivo tem necessidade.

O nosso Sporting CP precisa de apoio e intervenções internacionais para que a imagem do Clube não seja o que os nossos adversários (e até alguns Sportinguistas que estejam ou já estiveram no poder) têm procurado: denegrir, rebaixar e desvalorizar o nosso grande clube. O contributo para a clareza e para a verdade são sempre úteis, seja onde for.

A esse respeito, relembro que, nas últimas eleições, houve cerca de 6.800 Sócios que votaram por correspondência, os quais perfaziam cerca de 16.000 a 20.000 votos, cujos votos desses Sócios – ainda hoje não sabemos porquê – não foram contabilizados.

Não sabendo nós qual o motivo da sua rejeição, tendo isso sido transmitido algum tempo após as eleições, pelos delegados da nossa lista. Penso eu que nenhum dos delegados das outras listas concorrentes presentes teve acesso à referida verificação da rejeição dos votos desses sócios. Mas infelizmente todos assinaram as atas dos resultados finais, às cegas, o que lamento. Nós, ex-candidatos, lamentamos a origem e o motivo desta situação.

Por isso, sou contra o i-voting, mas sim a favor da votação presencial, como temos falado, em Núcleos ou em outros locais onde o Sporting CP possa vir a ter espaços para os mesmos, por todo o país e estrangeiro, com presença dos delegados de todas as listas.

Onde é que está a transparência e a clareza que tanto o nosso Sporting CP precisa, para um futuro com alegrias?

Em minha opinião, remando todos pelo mesmo lado, o Sporting é que sai vencedor! Vamos dar ao Sporting CP o que ele precisa, com uma equipa digna e com transparência.

 

  Comentários