summary_large_image
O FABULOSO NEGÓCIO DO MANCHESTER
Há jogadores que são craques, quer do ponto de vista técnico quer do ponto de vista tático, e depois há aqueles que são isso tudo e são também líderes. Bruno Fernandes é um craque e é um líder.
04 Jul 2020, 12:00

O Sporting vendeu Bruno Fernandes ao Manchester United, e no comunicado enviado à CMVM, a SAD leonina referiu que iria encaixar 55 milhões de euros, com mais 25 M€ por objetivos.

Desses 25 M€, o Sporting explicou que 5 M€ estão relacionados com número de jogos que o internacional português possa realizar, outros tantos relacionados com os resultados do United na Champions, e mais 15 M€ com prémios individuais para o futebolista.

Há jogadores que são craques, quer do ponto de vista técnico quer do ponto de vista tático, e depois há aqueles que são isso tudo e são também líderes. Bruno Fernandes é um craque e é um líder.

A venda de Bruno Fernandes foi um bom negócio para o Sporting, mas um negócio fabuloso para o Manchester United. Hoje todos estão rendidos à sua qualidade, ao seu empenho e à sua garra, com ele o Manchester United parece outra equipa. Para os valores que a esmagadora maioria dos clubes inglese paga, o valor do passe de Bruno Fernandes foi uma pechincha.

Infelizmente o Sporting, apesar de fazer a sua melhor venda de sempre, não teve a capacidade de fazer umas das maiores vendas de sempre do futebol mundial. Há que ter uma estrutura forte para o conseguir, e nós infelizmente não temos, e já nem falo nas sucessivas demissões que ainda recentemente ocorreram, e que vieram colocar ainda mais a descoberto as fragilidades que já todos sabíamos.

Varandas começou por dizer que o jogador não iria sair por menos de 70 M€, depois já era 62 M€, e por fim já eram 55 M€. Não se conseguiu vender pelo preço que era justo pela qualidade do jogador. Situações estas não podem voltar a acontecer.

O Sporting que todos desejamos tem que ter a capacidade de, primeiro conseguir valorizar os seus ativos desportivos, e depois ter a sagacidades de atuar no mercado de forma a ter a melhor rentabilidade financeira possível nas suas vendas.

Rúben Amorim está a apostar, e bem, nos nossos jovens da Academia de Alcochete, e finalmente começaram a ser “encostados” aqueles que Bruno Fernandes dizia que só lá estavam pelo ordenado ao fim do mês (escolhas da atual direção).

Essa aposta já originou, e bem, a necessidade de se fazerem novos contratos, com cláusulas de rescisão de valores maiores, com esses jovens. Sabemos que provavelmente não vão chegar todos à elite do futebol mundial, mas alguns não enganam, e vão mesmo lá chegar. Que o Sporting nessa altura (esperamos todos que seja muito brevemente) tenha a capacidade de fazer vendas fabulosas com jogadores fabulosos e não simplesmente negócios.

Para terminar , referir que todos sabemos que a garra e a qualidade futebolística de Bruno Fernandes não têm limites, e por isso os sportinguistas ainda esperam que aquelas cláusulas quase impossíveis de serem cumpridas, e que são colocadas neste tipo de contratos para serem comunicadas à CMVM e fazerem manchetes nos jornais para justificar promessas de vendas falhadas, possam ainda dar origem à entrada de mais dinheiro nos cofres de Alvalade.

  Comentários