summary_large_image
O “GRANDE CIRCO” DA F1
Muitos Sportinguistas tiveram de ler, reler e interiorizar que o responsável pela comunicação tinha optado pela ironia, em vez de utilizar de sobriedade e de postura institucional, no esclarecimento.
Imagem de destaque12 Out 2020, 10:00

Diz o povo que “nunca se deve voltar onde já se foi feliz”. Pois bem, a Seleção, campeã da Europa, retornou ontem ao Stade de France, para um embate com os anfitriões, campeões do Mundo, no âmbito da Liga das Nações. Um jogo bem disputado, com respeito mútuo, culminando num empate a zero, sendo um resultado positivo para a equipa lusa. Segue-se o Portugal-Suécia, na quarta-feira, pelas 19:45, no Estádio José Alvalade.

Também no nosso Estádio jogar-se-á, já no próximo sábado, pelas 20:30, o Sporting – Porto, em jogo a contar para a 4ª jornada (1). Após o falhanço no jogo europeu decisivo, com o Lask, a equipa de Rúben Amorim terá aqui uma oportunidade de mostrar serviço frente ao campeão nacional. Quem estará na “pole position” para este clássico? Um fator que pode começar a desequilibrar o jogo, será o desgaste dos compromissos das seleções e eventuais “baixas” que o Covid-19 poderá infligir com tanta viagem internacional. É um pouco incompreensível, numa fase em que começa a segunda vaga de pandemia global, o mundo do futebol promover viagens internacionais, expondo assim os melhores ativos dos clubes, que investem milhões de euros para que os mesmos defendam as suas cores e rendam desportivamente. Outro fator será a ausência de público, retirando força às equipas da casa, como se pôde comprovar num estudo divulgado esta semana (2). Estranha-se pois a ausência de démarches da parte do Sporting para que haja apoio no Estádio, já para não falar das receitas em bilhética complementadas com business seats e camarotes, num jogo que pode ser importante para impulsionar a época.

Este clássico terá a particularidade de decorrer já com os reforços de ambas as partes, finda o mercado de transferências de verão. Mercado esse que terá sido influenciado pelas qualificações europeias dos clubes portugueses, nomeadamente, um Porto na Champions, um Benfica que falhou a Champions, diminuindo capacidade para reforços, ao cair na Liga Europa e um Braga que se encontra confortavelmente na fase de grupos da Liga Europa, dado ter conquistado o 3 º lugar, na época passada.

Após a saída de Wendel para o Zenit (3), foi com agrado que a maioria dos Sportinguistas recebeu a notícia de que o Inter de Milão emprestou João Mário ao Sporting (4), para que o campeão europeu relance a sua carreira e, quiçá, seja convocado para o Euro 2021. No passado dia 6 de Outubro, muitos ainda sonharam ser possível também um retorno de Slimani que, a par de João Mário, são símbolos duma época com grande brilhantismo como foi a de 15/16. Tal não aconteceu. Tal como aflorei na semana passada (5), pareceu existir uma disputa surda entre Varandas e Amorim em torno da questão Paulinho, levando a muitos rumores sobre propostas do Sporting pelo avançado do SC Braga. O clímax surgiu quando Miguel Braga, na rede social Twitter, escreveu: “Última hora: Sporting oferece €13M + 50% Sporar + Rúben Amorim + Nuno Mendes por 70% do Paulinho.” (6). Muitos Sportinguistas tiveram de ler, reler e interiorizar que o responsável pela comunicação tinha optado pela ironia, em vez de utilizar de sobriedade e de postura institucional, no esclarecimento. No final do dia, a imagem que ficou é que Amorim usou todo o “peso” que Varandas lhe deu de bandeja, ao fazer dele o 3º treinador mais caro do futebol (7), rejeitando várias hipóteses para o reforço da frente de ataque, por não se chamarem Paulinho. Este também é um erro recorrente em Alvalade há varias décadas, nas quais os Presidentes, imprudentemente, se deixam tornar “reféns” dos treinadores, como o foi o caso de Peseiro com Dias da Cunha, Paulo Bento com Bettencourt e de Jesus com Bruno de Carvalho.

Entretanto, continua o “warm-up” para um próximo ato eleitoral no Sporting. Tal como na Fórmula 1, existem “pilotos” a disponibilizarem-se para correr, batendo à porta de várias “Scuderias” que, por sua vez, tentam fechar contrato com os melhores “fabricantes de motor”. O movimento no “Paddock” Sporting tem-se intensificado, com intervenções, artigos de opinião e live streams nas várias redes sociais, na procura da melhor posição possível na grelha de partida… com muita “marcação cerrada” e “tiro ao alvo”. O Presidente do Conselho Fiscal, Baltazar Pinto, veio alertar (8), qual “comissário de pista”, que a corrida só tem início daqui a ano e meio, devendo para já os demais baixarem as rotações dos seus motores e aguardarem pela “green light”. Até nisto se vê a grandeza e ecletismo do Sporting, conseguindo ir desde o futebol até aos “desportos motorizados”!

Diretor Leonino

  1. https://leonino.pt/classico-com-data-e-hora/
  2. https://twitter.com/page_eco/status/1312744337768239105?s=20
  3. https://leonino.pt/wendel-oficializado-no-zenit/
  4. https://leonino.pt/sporting-cp-oficializa-regresso-de-joao-mario/
  5. https://leonino.pt/opiniao/antes-real-que-virtual/
  6. https://twitter.com/MrBraga8/status/1313534125643575298?s=20
  7. https://desporto.sapo.pt/futebol/primeira-liga/artigos/ruben-amorim-e-o-3-o-tecnico-mais-caro-do-mundo-braga-encaixa-125-milhoes-em-treinadores-num-ano
  8. https://leonino.pt/baltazar-pinto-no-universo-do-clube-matam-se-uns-aos-outros/
  Comentários
Mais Opinião
Pedro Geada
Imagem de destaque
ESTÁ DADO O ´PONTAPÉ DE SAÍDA´
Sendo um projeto de e para Sportinguistas, queremos que seja, e será certamente, um ‘rugido’ de referência que se ouvirá no Reino do Leão!
Pedro Geada
Imagem de destaque
DA “GUERRA DOS SEIS DIAS” AO VIETNAME”
Diz o povo que "mais vale um mau acordo que uma boa demanda"...será isso possível neste caso?
Pedro Geada
Imagem de destaque
A LIDERANÇA E O HORROR AO VAZIO
A falta de atitude, garra e vontade de vencer é das coisas que mais irrita os Sportinguistas, quase tanto como os próprios insucessos.
Pedro Geada
Imagem de destaque
ESTE SILÊNCIO NÃO É DE OURO… É DE LATA!
O Presidente do Sporting deve ser o primeiro guardião dessa ambição, dessa exigência e dessa intransigência, a favor da excelência na performance de equipas e atletas!
Pedro Geada
Imagem de destaque
NIXON NA JUGOSLÁVIA COM OS OUVIDOS EM PARIS
É preciso que o bom senso e o sentido de Clube voltem a imperar, colocando os superiores interesses do Sporting em primeiro lugar!
Pedro Geada
Imagem de destaque
UM SÁBADO DO INVERNO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO
Presume-se assim que Salgado Zenha não seja fã de campismo... mas nem os rivais diminuem o Sporting com declarações destas.
Pedro Geada
Imagem de destaque
3 + 3 x 3: A CONTA QUE O FUTEBOL FEZ
Miguel Albuquerque sabe que o seu desempenho como Diretor é avaliado por resultados e títulos, sinalizando, assim, que não está com contemplações para quem não os obtém.
Pedro Geada
Imagem de destaque
ASSUMIR RESPONSABILIDADES E TOMAR DECISÕES
Os 11 anos de futebol, que Varandas tanto proclamou, agravam agora um atestado de inaptidão para deter o pelouro do Futebol na SAD.