summary_large_image
O MISTÉRIO DA “MARCA” DAS CONTAS CONSOLIDADAS
Numa ótica de transparência e de boa prática de gestão, apelo para que as contas consolidadas 2019/2020, 2020/2021 e 2021/2022 sejam tornadas públicas no mais curto espaço de tempo possível
28 Dez 2022, 16:27

Na edição do Jornal Sporting do passado 23 de Dezembro, fomos surpreendidos por uma entrevista do vice-presidente do Conselho Diretivo, André Bernardo, que revelou: “Estamos agora a iniciar o processo para fazer um rebranding”. Disse ainda: “Existem processos de consulta e avaliação com grupos que vamos fazer, nomeadamente a consulta aos Sócios em sede de Assembleia Geral”. Por enquanto prefiro não emitir opinião sobre esse assunto, na medida em que as afirmações feitas no Jornal do Clube pelo dirigente citado traduzem-se apenas por uma declaração de intenções ainda não consubstanciada numa proposta, nem num projeto concreto.

Por outro lado, e como é do conhecimento público, realizou-se no dia 15 de Outubro de 2022 a Assembleia-Geral Ordinária para “apreciação e votação do Relatório de Gestão e as Contas do Sporting Clube de Portugal, respeitantes ao exercício de 1 de Julho de 2021 a 30 de Junho de 2022”, onde o ponto único da convocatória mereceu a aprovação dos sócios. No dia 29 de Setembro de 2022 já se tinha realizado uma Assembleia-Geral da Sporting Clube de Portugal-Futebol, SAD onde foi aprovado o Relatório de Gestão e as Contas do exercício económico 2021/2022 desta sociedade. Se recuarmos a 2021, no dia 21 do mês de Outubro desse ano (nas vésperas da Assembleia-Geral de 23/10/2021 para deliberar sobre o Relatório de Gestão e as Contas do Sporting Clube de Portugal de 2019/2020 reprovado anteriormente duas vezes e sobre o Relatório de Gestão e as Contas do Sporting Clube de Portugal de 2020/2021 reprovado anteriormente uma vez), foi emitido um comunicado por parte do Conselho Diretivo do Sporting Clube de Portugal apelando à aprovação dos referidos Relatórios de Gestão e Contas com a argumentação que: “Por outro lado, é também importante sublinhar que, sem os referidos documentos (aprovados), o Conselho Diretivo também não conseguirá apresentar aos Sócios a versão consolidada das Contas, fundamental para que os Sócios disponham de uma visão de conjunto do Grupo Sporting”.

Não me parece normal já ter passado mais de um ano completo sobre a aprovação dos Relatórios de Gestão e Contas (individual) do Sporting Clube de Portugal relativamente a 2019/2020 e 2020/2021, e  ainda não terem sido divulgadas publicamente as Contas Consolidadas do Grupo Sporting de 2019/2020 e 2020/2021, quando é o próprio Conselho Diretivo do clube que reconhece através de comunicado que “a versão consolidada das contas é fundamental para que os sócios disponham de uma visão de conjunto do Grupo Sporting”.

Mais, continuam ainda por apresentar adicionalmente as Contas Consolidadas do Grupo Sporting relativamente a 2021/2022.  Recordo que as últimas contas consolidadas (2018/2019) do Grupo Sporting que foram tornadas públicas datam de 26/5/2020 em resultado da aprovação das contas 2018/2019 da Sporting – Futebol, SAD em 1/10/2019 e das contas individuais do clube 2018/2019 em 10/10/2019.

Apenas através das Contas Consolidadas é possível ter uma visão integrada da situação económico-financeira do Grupo Sporting através da anulação das operações intra-grupo dentro do perímetro do Grupo Sporting. Neste momento temos um cenário original, na medida em que temos contas do clube e da SAD aprovadas relativamente ao exercício económico anterior, sem que sejam conhecidas publicamente as contas consolidadas dos dois exercícios económicos imediatamente anteriores, o que tem de se considerar que no mínimo é estranho.

Desta forma, numa ótica de transparência e de boa prática de gestão, apelo para que as contas consolidadas 2019/2020, 2020/2021 e 2021/2022 sejam tornadas públicas no mais curto espaço de tempo possível e adicionalmente apresentadas aos sócios em sede de Assembleia-Geral do clube, nem que seja a mencionada Assembleia-Geral para consulta aos sócios no âmbito do referido processo de Rebranding agora supostamente iniciado. Por outro lado, faço votos Hoje e Sempre para que as contas consolidadas Sporting (quando já existir simultaneamente aprovação das contas da SAD e do clube) sejam publicadas sempre antes do final do exercício económico imediatamente seguinte.

Desejo a todos um Feliz Ano de 2023 recheado de vitórias desportivas do Sporting Clube de Portugal!

Saudações Leoninas,

Afonso Pinto Coelho – Sócio do SCP

  Comentários
Mais Opinião