summary_large_image
PRIMEIRO TESTE: APROVADO!
Que continuemos assim e que não nos esqueçamos do resto da fórmula para 2021: olhos bem abertos para os bastidores do Futebol Português, à medida que o campeonato avança.
Imagem de destaque03 Jan 2021, 14:00

Na crónica da última semana, tinha mencionado o quão importante era entrar bem em 2021, vencendo o primeiro grande desafio dentro das quatro linhas, com o SC Braga. Pois bem, parece que o Sporting entrou, de facto, com o pé direito em 2021.

Na partida de ontem, a equipa de Ruben Amorim entrou forte, personalizada e com dinâmica, fazendo antever um jogo de ritmo elevado entre as duas equipas que se defrontavam em campo. Contudo, o ritmo desceu e o Sporting foi, crescentemente, sentindo dificuldades para se impor na partida de forma contundente. O SC Braga soube dividir o jogo, trouxe a lição bem estudada e tentou fazer o seu papel em Alvalade, levando pontos ao nosso clube. A história do jogo não ditou que assim o fosse, na minha opinião, devido à solidez defensiva demonstrada pelo Sporting CP. Adán foi determinante, em alguns momentos-chave do jogo, que poderiam ter ditado outro resultado para a partida. De facto, a experiência, maturidade e qualidade do guardião espanhol, compensam. A par disso, os centrais leoninos fizeram um jogo irrepreensível, bem como Pedro Porro, lateral direito. Este último fez uma exibição de encher o olho. O Sporting que se despache a colocar os 8,5M € em cima da mesa, pois o jogador espanhol é, sem qualquer dúvida, um dos melhores laterais direitos que passaram pelo Sporting nos últimos anos. Esta posição tem sido, frequentemente, alvo de grandes carências e parece que, desta vez, o clube acertou. O jovem espanhol defende competentemente, é acutilante no ataque, dá a largura e profundidade necessárias para um jogador que faz a ala por completo e tem, por fim, aquilo que qualquer leão gosta de ver: garra!

Regressando ao jogo propriamente dito, Rúben Amorim mexeu muito bem na segunda-parte. As peças foram adaptadas para atacar o resultado, numa estratégia que deu frutos. É verdade que tivemos alguma sorte e que até o desinspirado Pedro Gonçalves conseguiu, num lance, ajudar a definir a partida. Agora, como se diz, “a sorte procura-se e dá muito trabalho”. E o Sporting procurou. Lutou, lutou e marcou. Esta equipa tem feito por ser feliz. Jogando melhor ou pior, como venho a dizer ao longo dos últimos meses, a garra e ambição de levar os três pontos não podem ficar de parte. As últimas partidas da nossa equipa não têm sido fáceis e as exibições não têm enchido o olho. Não obstante, quando se olha para esta equipa do Sporting CP, vemos um grupo coeso e motivado, unido em torno de um objetivo e de um treinador que comunica bem, trabalha bem os seus jogadores e sabe ler muitíssimo bem os momentos do jogo.

Pelo demonstrado em campo, pela garra e perseverança, esta equipa mereceu ontem a vitória e mais uma semana na liderança no campeonato. Que continuemos assim e que não nos esqueçamos do resto da fórmula para 2021: olhos bem abertos para os bastidores do Futebol Português, à medida que o campeonato avança. O cerco vai começar a apertar, pelo que temos de estar unidos e defender esta família, sempre.

  Comentários
Mais Opinião