summary_large_image
QUESTÕES PRÁTICAS
Note-se que, esta terça-feira, o Sporting se desloca à Turquia para disputar o jogo 3 da Champions com o Besiktas. E, claramente, alguém não anda a pensar o futebol português.
18 Out 2021, 10:12

​Na passada sexta-feira, assistimos, uns no Restelo, outros em casa, à verdadeira festa da Taça. A atmosfera é inconfundível quando há o entusiasmo audível do público. Quem gosta de futebol, reconhece-a de imediato. Por isso, em primeiro lugar, foi um prazer todos verificarmos que disputámos esta eliminatória com o “verdadeiro” Belenenses, que preferiu o “caminho das pedras”, desde as distritais ao Campeonato de Portugal, a submeter-se a uma BSAD qualquer. Quanto ao jogo, superioridade natural do Sporting, por vezes nem sempre jogando muito bem, sendo que a paragem para as Seleções faz sempre com que as equipas percam alguma dinâmica. Na segunda parte, o andamento diferente entre o campeão nacional e a equipa do campeonato de Portugal começou claramente a evidenciar-se, o resultado disparou de 0-1 para 0-4, onde Tiago Tomás bisou.

​Note-se que esta terça-feira o Sporting se desloca à Turquia para disputar o jogo 3 da Champions com o Besiktas. E, claramente, alguém não anda a pensar o futebol português. Isto porque os compromissos da Taça não dão o grau de dificuldade necessário para adaptar as equipas, regressadas das Seleções, ao ritmo desejado para disputar, em seguida, a competição máxima de clubes, a nível europeu. Na Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália, França e também Turquia disputaram-se jogos de campeonato, com obviamente ritmos mais elevados. Este será também mais um handicap. No entanto, sendo o Sporting cabeça de serie do seu grupo e campeão nacional português, terá de forçosamente honrar os seus pergaminhos e ganhar a dianteira no duelo, no final do grupo, ao Besiktas, de forma a cumprir os serviços mínimos, garantindo assim presença nos playoffs da Liga Europa.

​No que respeita aos assuntos internos do Sporting, soube-se a passada semana que Rogério Alves, Presidente da Mesa da Assembleia Geral (PMAG), aceitou o pedido da Direção (1) encabeçada por Frederico Varandas, marcando a Assembleia Geral (AG), no Pavilhão João Rocha, para dia 23…das 11h00 às 19h30! Sim …leu bem! Sendo que há jogo caseiro com o Moreirense às 20:30, elenco questões práticas que podem levantar alguma celeuma. Os bares do Pavilhão vão estar encerrados como na última AG? Um Sócio pode sair para almoçar e depois regressar? Os Órgãos Sociais terão a mesmas condições de entrada e saída na AG que os restantes Sócios? A contagem e certificação dos votos acabará a ser ao mesmo tempo do jogo com o Moreirense…os Órgãos Sociais ficarão a fiscalizar a votação ou abandonarão a Assembleia em curso para ir assistir ao jogo? A atmosfera no Estádio ficará condicionada pela expectativa dos resultados das votações? Ficam algumas questões práticasque vão dar muito que falar durante esta semana, pelo que, tal como referi na semana passada, parece-me que a marcação nestes moldes foi feita duma forma impulsiva e pouco pensada, tal como outrora em fevereiro de 2018, podendo aumentar alguma crispação, em vez de a baixar,como seria desejável.

Diretor Leonino 

  Comentários
Mais Opinião
Pedro Geada
ESTÁ DADO O ´PONTAPÉ DE SAÍDA´
Sendo um projeto de e para Sportinguistas, queremos que seja, e será certamente, um ‘rugido’ de referência que se ouvirá no Reino do Leão!
Pedro Geada
DA “GUERRA DOS SEIS DIAS” AO VIETNAME”
Diz o povo que "mais vale um mau acordo que uma boa demanda"...será isso possível neste caso?
Pedro Geada
A LIDERANÇA E O HORROR AO VAZIO
A falta de atitude, garra e vontade de vencer é das coisas que mais irrita os Sportinguistas, quase tanto como os próprios insucessos.
Pedro Geada
ESTE SILÊNCIO NÃO É DE OURO… É DE LATA!
O Presidente do Sporting deve ser o primeiro guardião dessa ambição, dessa exigência e dessa intransigência, a favor da excelência na performance de equipas e atletas!
Pedro Geada
NIXON NA JUGOSLÁVIA COM OS OUVIDOS EM PARIS
É preciso que o bom senso e o sentido de Clube voltem a imperar, colocando os superiores interesses do Sporting em primeiro lugar!
Pedro Geada
UM SÁBADO DO INVERNO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO
Presume-se assim que Salgado Zenha não seja fã de campismo... mas nem os rivais diminuem o Sporting com declarações destas.
Pedro Geada
3 + 3 x 3: A CONTA QUE O FUTEBOL FEZ
Miguel Albuquerque sabe que o seu desempenho como Diretor é avaliado por resultados e títulos, sinalizando, assim, que não está com contemplações para quem não os obtém.
Pedro Geada
ASSUMIR RESPONSABILIDADES E TOMAR DECISÕES
Os 11 anos de futebol, que Varandas tanto proclamou, agravam agora um atestado de inaptidão para deter o pelouro do Futebol na SAD.