summary_large_image
SOMOS UM CLUBE ARRASADO PSICOLOGICAMENTE
Só nos resta suplicar: SALVEM-NOS! Que nós, por nós mesmos, estamos incapazes!
30 Jan 2020, 08:00

Nos dias que correm, escrever algo sobre a instituição que nos é querida, o Sporting Clube de Portugal, é tarefa difícil e pouco motivante. Quando se sente proximidade e amor por uma causa, o que gostamos é de enaltecer os sucessos alcançados e sentir que contribuímos para honrar a história que alicerça o que acreditamos e amamos. Infelizmente, não é isso que acontece, actualmente, com o nosso querido Sporting!

Actualmente, o que nos ocorre escrever, não é o enaltecer de feitos gloriosos, mas sim os tristes acontecimentos com os quais somos confrontados todos os dias!

Sistematicamente, somos notícia pelas piores razões! Por aquilo que não gostamos de ouvir, sobre o que nos é próximo, e sobre quem, ao longo da vida, nos habituámos a ouvir relatos de vitórias, do seu exemplo desportivo e da sua diferenciação positiva.

Actualmente, vejo um clube de pessoas desavindas. Virámos um clube de maus exemplos e incumpridor. Um clube de Sócios divididos e a remarem em sentidos contrários, com objectivos diferentes. Um clube de Sócios, adeptos e simpatizantes zangados e de costas voltadas. Um clube onde mora apenas a desavença.

Actualmente, vejo uma direcção que, contrariamente ao seu papel agregador, o que faz, é colocar os sócios cada vez mais uns contra os outros, fruto de decisões irreflectidas, atitudes nada profissionais e de uma comunicação paupérrima.

Uma direcção que não procura unir, mas sim fomentar o confronto dentro do universo Sporting. Com especial incidência em sectores da família sportinguista, que tanto já deram ao clube em décadas de acompanhamento deste, nos bons e maus momentos. Contribuindo, com a sua envolvência, para tantas e gloriosas vitórias, dentro e fora de portas!

Actualmente, assistimos a comportamentos, dentro das quatro linhas, que não se compaginam com a história gloriosa e secular do Sporting Clube de Portugal!

Andamos de cabeça perdida e não temos quem nos lidere com voz experimentada, decisão sabedora, projecto convincente, ganhador e exequível e traquejo para mediar conflitos. Estamos sem rumo e sem condução!

Um clube, que sempre nos habituou a um ADN com carácter e repleto de bons exemplos, hoje está de rastos. Hipotecou a sua identidade e perdeu a idoneidade! Eu diria mesmo que, estamos pelas ruas da amargura, e todos temos uma cota de responsabilidades nisso! Não temos manifestado AMOR AO CLUBE! Demostramos muito individualismo, muito apego ao poder, sem olharmos aos reais interesses colectivos, que são os superiores interesses do Sporting!

Somos um clube arrasado psicologicamente!

Nem é, para menos… Senão vejamos.

Com uma direcção que:

  • Não se impõe.
  • Rema contra o desejo dos associados.
  • Divide os Sócios, adeptos e simpatizantes.
  • Não obtém resultados desportivos nem financeiros.
  • Não honra o passado glorioso do Sporting.

Com uma Mesa da Assembleia Geral que:

  • Não faz sentir a sua presença.
  • Não representa a vontade dos seus associados.
  • Permite que o clube resvale para o abismo.
  • Não se faz valer o seu papel de “árbitro”, de garante dos superiores interesses do Sporting, da paz, da estabilidade e da concórdia como modo de alavancar vontades e remarmos todos no mesmo sentido, ou seja, dignificar a história do SCP com vitorias que levantem a moral de família Sportinguista.

Deste modo:

  1. Arrasados psicologicamente, sem rumo, com funcionários desmotivados e sem orgulho no seu “patrão” e na sua “empresa”.
  2. Com uma direcção perdedora, sem projecto nem experiência, individualista, e insensível aos valores históricos do clube.
  3. Com uma Mesa da Assembleia Geral que não faz sentir a sua acção de garante do bom nome do clube e da vontade colectiva e que se afasta (sabe-se lá porquê) do grito colectivo dos sócios.

Só nos resta suplicar: SALVEM-NOS! Que nós, por nós mesmos, estamos incapazes!

O autor escreve de acordo com a antiga ortografia.

  Comentários