summary_large_image
TEMPO É DINHEIRO
Um verdadeiro Jackpot à custa do Sporting que vai aumentando, de dia para dia, onde Salvador está “de cadeirinha” e o tempo corre a seu favor.
07 Set 2020, 09:31

Na passada sexta-feira o Sporting CP defrontou e venceu o Valladolid por 2-1 (LER AQUI). Mesmo em contexto de pré-época, valendo o que vale, é sempre interessante um trajeto feito de vitórias, moralizando os protagonistas para a competição que se avizinha. No entanto, as mesmas não devem cegar nem o treinador nem a estrutura, percebendo-se o que ainda há para aperfeiçoar, de modo que o Sporting CP possa disputar as competições em que se insere, dignificando o seu nome, história e pergaminhos. Se a primeira parte contra os espanhóis foi algo enfadonha, já o segundo tempo ofereceu entretenimento. Tal como no jogo contra o Portimonense, os adversários adiantaram-se através duma grande penalidade. Feddal repôs a igualdade num golo à ponta de lança. Jovane, autor de vários “raides” sobre a defesa castelhana durante o jogo, selou o resultado final de penalty.

Este jogo tem, no entanto, vários elementos para motivo de reflexão. Se uma dupla em constante troca de posições na frente, como fizeram Tiago Tomás e Jovane durante o encontro, pode ser interessante em jogos contra equipas que jogam “o jogo pelo jogo”, por outro lado verifica-se que Amorim não aprendeu a lição do “autocarro” que Lito Vidigal lhe impôs na penúltima jornada da época passada no Estádio José Alvalade. E, para quem não aterrou agora no Sporting CP, jogos contra “autocarros”, com arbitragens complacentes com o antijogo, é um fenómeno quase regular nas últimas décadas no reduto leonino. Zouhair Feddal, quando, por momentos mimetizou, com o seu movimento, Islam Slimani, lembrou a importância de um “n.º 9” assertivo, que se imponha fisicamente na área adversária. É assim, muitas vezes, que se consegue conquistar três pontos no campeonato português. Nota ainda para a integração e ida a jogo de Palhinha (1), aparentando que a sensatez de Amorim prevaleceu sobre a estrutura, valorizando o jogador e aumentando as opções na equipa. Marcos Acuna, internacional argentino e dos mais valiosos, continua proscrito…

Não obstante a bola ainda não rolar, o campeonato 20/21 já se começou a jogar em termos estratégicos. Relembra-se que os três primeiros classificados da próxima época podem apurar-se para a Champions League, os dois primeiros de forma direta e o terceiro via play-off. Neste contexto, não é de forma inocente que se assiste à campanha contra a reputação e respeitabilidade do Sporting CP pelo não pagamento de Rúben Amorim. A reputação e respeitabilidade não são apenas palavras bonitas que nós, Sportinguistas, prezamos. Muito menos apenas empregues quando em eleições, de forma a garantir apoios. António Salvador, andando nos meandros do futebol há já vários anos, sabe que a opinião pública e a imagem das instituições têm peso, goste-se ou não, na hora das decisões. E desengane-se o leitor com a eventual ideia de que o SC Braga está a sofrer com o não pagamento de Amorim. Os arsenalistas já efetuaram as suas contratações a “tempo e horas”, de que é bom exemplo Gaitan (2), ao invés do Sporting CP, que ainda procura reforços como noticiou o próprio Record (3). O SC Braga está tranquilamente apurado na fase de grupos da Liga Europa, visto ter alcançado o terceiro lugar, tal como se perspetivava caso tivessem continuado com Amorim, garantindo ainda um bónus superior a 12 milhões de euros, que vai crescendo todos os dias com os juros, graças à decisão do Sporting CP, em fazer da aquisição do técnico, uma das mais dispendiosas do mundo (4). Um verdadeiro Jackpot à custa do Sporting CP que vai aumentando, de dia para dia, onde Salvador está “de cadeirinha” e o tempo corre a seu favor. Assim se explica o ultimato feito no final da semana passada (5), calculando de antemão que Varandas não iria pagar. É pois incompreensível a postura e a falta de inteligência, da parte de Varandas e seus pares, em perceberem que esta é uma situação de win-win para o SC Braga de Salvador. Assim, este folhetim deve ser encerrado o mais depressa possível, dado que para o Sporting CP é mesmo um lose-lose!

1 – https://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/detalhe/amorim-recupera-palhinha-no-sporting

2 – https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sp–braga/detalhe/sp-braga-oficializa-contratacao-de-nico-gaitan

3 – https://www.record.pt/futebol/futebol-nacional/liga-nos/sporting/detalhe/avancado-e-central-na-agenda-do-sporting

4 – https://www.record.pt/multimedia/fotogalerias/detalhe/ruben-amorim-entra-no-podio-dos-treinadores-mais-caros-do-mundo-conheca-a-lista

Diretor Leonino

  Comentários
Mais Opinião
Pedro Geada
ESTÁ DADO O ´PONTAPÉ DE SAÍDA´
Sendo um projeto de e para Sportinguistas, queremos que seja, e será certamente, um ‘rugido’ de referência que se ouvirá no Reino do Leão!
Pedro Geada
DA “GUERRA DOS SEIS DIAS” AO VIETNAME”
Diz o povo que "mais vale um mau acordo que uma boa demanda"...será isso possível neste caso?
Pedro Geada
A LIDERANÇA E O HORROR AO VAZIO
A falta de atitude, garra e vontade de vencer é das coisas que mais irrita os Sportinguistas, quase tanto como os próprios insucessos.
Pedro Geada
ESTE SILÊNCIO NÃO É DE OURO… É DE LATA!
O Presidente do Sporting deve ser o primeiro guardião dessa ambição, dessa exigência e dessa intransigência, a favor da excelência na performance de equipas e atletas!
Pedro Geada
NIXON NA JUGOSLÁVIA COM OS OUVIDOS EM PARIS
É preciso que o bom senso e o sentido de Clube voltem a imperar, colocando os superiores interesses do Sporting em primeiro lugar!
Pedro Geada
UM SÁBADO DO INVERNO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO
Presume-se assim que Salgado Zenha não seja fã de campismo... mas nem os rivais diminuem o Sporting com declarações destas.
Pedro Geada
3 + 3 x 3: A CONTA QUE O FUTEBOL FEZ
Miguel Albuquerque sabe que o seu desempenho como Diretor é avaliado por resultados e títulos, sinalizando, assim, que não está com contemplações para quem não os obtém.
Pedro Geada
ASSUMIR RESPONSABILIDADES E TOMAR DECISÕES
Os 11 anos de futebol, que Varandas tanto proclamou, agravam agora um atestado de inaptidão para deter o pelouro do Futebol na SAD.