summary_large_image
UM DEZEMBRO AUSPICIOSO
Mesmo estando já qualificados para os oitavos de final da Champions, é importante que todos encarem a viagem a Amesterdão com a máxima seriedade.
06 Dez 2021, 10:56

A incerteza pairava sobre o desempenho da equipa do Sporting, na passada sexta feira, no Estádio da Luz. Sem Coates, Palhinha, mas também Jovane que, na época passada, foi muitas vezes “arma secreta” vinda do banco. Pois bem, a equipa do Sporting fez “das tripas coração” carimbando uma exibição para mais tarde recordar. O rigor, a entreajuda, mas, sobretudo, o “estofo de campeão” veio sempre ao de cima, quer nas alturas em que dominou, pois não se deslumbrou, quer nas alturas em que teve de sofrer, porque não se desconjuntou. Em suma, foi uma verdadeira equipa e, como o futebol é um desporto coletivo, viu a sua postura premiada, em claro contraste com o seu antagonista.

A irritação dos adeptos encarnados era proveniente, mais do que o resultado em si, da inoperância da sua equipa face à turma leonina. Um duro choque de realidade para quem vive constantemente bombardeado por propaganda, sobretudo para justificar os gastos que têm em treinador e jogadores. Uma palavra de apreço para o capitão Luis Neto, que demonstrou que no futebol, tal como na vida, ter carácter é uma virtude muito importante.

Na conferência de imprensa, Ruben Amorim tratou de por “gelo” na euforia dos adeptos, lembrando, e bem, que se tratavam apenas de mais três pontos, valendo este jogo tanto como a próxima jornada, frente ao Boavista, no próximo dia 11, em Alvalade, pelas 20:30.

Ademais, o Sporting somou Feddal às baixas existentes. Como repetidamente tenho vindo a lembrar neste espaço, a dinâmica de vitória é dos bens mais preciosos no futebol, suplantando a troca de jogadores por castigo ou lesões (1). Mesmo estando já qualificados para os oitavos de final da Champions, é importante que todos encarem a viagem a Amesterdão com a máxima seriedade. O prestígio e a respeitabilidade de um emblema definem-se pelo facto de se manter sempre com o foco na competição, disputando os jogos, mesmo que a “feijões”, com o empenho máximo. Como seria bom, na próxima terça-feira, pelas 20:00, gelar a Johan Cruijff Arena, devolvendo a “gentileza” com que os holandeses nos brindaram, na primeira jornada, fechando a fase de grupos em beleza.

Ontem o futsal do Sporting garantiu, no Pavilhão Joao Rocha, o acesso á Final Four para defender o título de Campeão Europeu (2). Mas não foi sem sofrimento, pois tendo estando a partida empatada, resultado que nos convinha, desde o minuto 32, um golo dos russos poderia deitar tudo a perder. Assim, com o 1-1 final, o Sporting disputará a Final Four com Benfica, Barcelona e Tyumen. Há que continuar a trabalhar para manter esta onda verde, quer no futebol, quer no futsal, bem forte num início de dezembro auspicioso.

  1. https://leonino.pt/opiniao/dinamica-de-vitoria/
  2. https://leonino.pt/missao-concluida-sporting-garante-lugar-na-final-four/

Diretor Leonino

  Comentários
Mais Opinião
Pedro Geada
ESTÁ DADO O ´PONTAPÉ DE SAÍDA´
Sendo um projeto de e para Sportinguistas, queremos que seja, e será certamente, um ‘rugido’ de referência que se ouvirá no Reino do Leão!
Pedro Geada
DA “GUERRA DOS SEIS DIAS” AO VIETNAME”
Diz o povo que "mais vale um mau acordo que uma boa demanda"...será isso possível neste caso?
Pedro Geada
A LIDERANÇA E O HORROR AO VAZIO
A falta de atitude, garra e vontade de vencer é das coisas que mais irrita os Sportinguistas, quase tanto como os próprios insucessos.
Pedro Geada
ESTE SILÊNCIO NÃO É DE OURO… É DE LATA!
O Presidente do Sporting deve ser o primeiro guardião dessa ambição, dessa exigência e dessa intransigência, a favor da excelência na performance de equipas e atletas!
Pedro Geada
NIXON NA JUGOSLÁVIA COM OS OUVIDOS EM PARIS
É preciso que o bom senso e o sentido de Clube voltem a imperar, colocando os superiores interesses do Sporting em primeiro lugar!
Pedro Geada
UM SÁBADO DO INVERNO DO NOSSO DESCONTENTAMENTO
Presume-se assim que Salgado Zenha não seja fã de campismo... mas nem os rivais diminuem o Sporting com declarações destas.
Pedro Geada
3 + 3 x 3: A CONTA QUE O FUTEBOL FEZ
Miguel Albuquerque sabe que o seu desempenho como Diretor é avaliado por resultados e títulos, sinalizando, assim, que não está com contemplações para quem não os obtém.
Pedro Geada
ASSUMIR RESPONSABILIDADES E TOMAR DECISÕES
Os 11 anos de futebol, que Varandas tanto proclamou, agravam agora um atestado de inaptidão para deter o pelouro do Futebol na SAD.