summary_large_image
VARANDAS CADA VEZ MAIS SOZINHO
Varandas está enganado, nós, sportinguistas, queremos um Sporting à altura da sua história todos os dias, não nos contentamos em ser segundos em nada, imaginem terceiros ou quartos.
01 Ago 2020, 12:00

Sou daqueles que pertence a um grupo de sportinguistas que Varandas diz não perceberem nada de futebol e que são intelectualmente desonestos, porque criticam o trabalho desta direção por ele (mal) liderada.

Tivemos uma das piores épocas da nossa grandiosa história. Fomos humilhados em diversas competições e contra diversos adversários, apesar desta direção ter afirmado que “o Sporting já não é motivo de chacota”.

Desbarataram uma equipa sólida, vendendo muitos jogadores abaixo do preço de mercado e, pelo que percebemos, olhando para os relatórios de contas, mesmo para fazerem maus negócios tiveram que pagar boas comissões a empresários.

Compraram cerca de 20 jogadores e só um, Vietto, pode aspirar a ser titular numa equipa à altura dos pergaminhos do Sporting. São quase 50 milhões de euros em contratações falhadas.

A sorte deste final de época é que a Academia de Alcochete, mais uma vez, disse presente quando o Sporting, num momento de crise, necessitou dela e, nos últimos jogos do campeonato, quem corria e suava a camisola eram os nossos “miúdos” da formação.

Hugo Viana continua vergonhosamente a viajar por esse mundo fora a fazer contratações que nos deixam arrepiados e sem esperança nenhuma relativamente à próxima época, onde, obrigatoriamente, teremos de ficar num dos 3 primeiros lugares. É fundamental que os 40 milhões de euros do acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões entrem nos cofres leoninos.

Varandas está cada vez mais sozinho. Comprou guerras com quase todos os sectores do Sporting, muitas por pensar que, no momento, lhe dariam o melhor sound bite e que poderiam projetar a sua sempre frágil liderança, porém, quase nenhumas vezes a pensar no futuro do Sporting. Quem lidera, aponta o caminho e projeta esperança e sonho, através do lugar que ocupa e não se limita a sobreviver no lugar.

Varandas está cada vez mais sozinho a sobreviver no lugar de presidente do Sporting, pensa que até março de 2022 alguma coisa de mágico acontecerá, e que a nós, Sportinguistas, não importa mais um ano ou dois, já que, infelizmente, há décadas que as coisas não correm como deviam correr de acordo com o nosso historial.

Varandas está enganado, nós, sportinguistas, queremos um Sporting à altura da sua história todos os dias, não nos contentamos em ser segundos em nada, imaginem terceiros ou quartos.

Há poucos meses houve várias saídas da direção do Sporting, todas justificadas pela maldita pandemia, mas se calhar foi esse o alibi útil para que pudessem sair, antecipando que o que aí vinha seria muito mau para o Sporting.

Muitos dos que estiveram com Varandas no passado, e que até há pouco tempo só em surdina diziam que o melhor para o Sporting era Varandas sair, hoje, já começam a assumir isso publicamente.

Que Varandas faça jus ao epíteto que lhe quiseram arranjar, “Doutor Coragem”, vá falar com o presidente da MAG, sobre o que acham melhor para o futuro do Sporting.

Tenho a certeza de que, se analisarem friamente toda a gestão de Varandas, vão chegar à mesma conclusão que os restantes sócios e adeptos, e vão proporcionar ao Sporting a possibilidade de entrar num novo ciclo, com outros sportinguistas à frente dos destinos do Sporting Clube de Portugal.

  Comentários