summary_large_image
VOLTAR, ACREDITAR E GANHAR
Amorim preparou os miúdos para arregaçarem as mangas e jogarem futebol, porque em Maio, se a vitória for nossa, os jornais que agora não falam deles, não terão outro remédio.
04 Abr 2021, 09:16

Faltam 10 jogos, faltam pouco mais de 900 minutos em campo para podermos voltar a ter um título nas mãos. Há muito jogo para vencer, há muitas equipas a quem temos de ganhar e há muitas bolas que têm de rolar para que isso possa acontecer, contudo, começo a acreditar, mesmo, que este pode ser o nosso ano.

Continuamos a pensar jogo a jogo, primeiro o Moreirense, depois o Famalicão e depois o Farense. Um de cada vez, de 3 em 3 pontos e com a certeza de que aquilo que queremos garantir é apenas a vitória, porque só uma boa sequência delas nos pode dar aquilo que queremos há tanto tempo e que já merecemos há tantos anos.

Este sábado estive a ver a Premier League e depois de ter visto o Arsenal e o West Bromwich, de Cedric Soares e Matheus Pereira, continuo a perceber que ainda existe, e existirá sempre, aquele orgulho de ver os miúdos da formação a brilharem para toda a gente ver. Óbvio que eles já não são miúdos, mas são jogadores como aqueles que continuam a colocar o Sporting Clube de Portugal na boca da Europa.

O mesmo acontece agora com Nuno Mendes na Seleção A e com Daniel Bragança nos sub-21. O mundo começou a ver aquilo que nós vemos, a sentir aquilo que nós sentimos, mas eles não vendem … não enchem capas de jornais durante semanas consecutivas como acontecia com outros meninos de ouro (que se provaram ser de chapa) de outros clubes. Nuno Mendes apareceu ontem na capa de um dos jornais desportivos, porque se fala numa possível saída. Só e apenas. Enquanto a imprensa internacional olha para os nossos miúdos e vê neles jogadores a sério, 99% dos jornais nacionais nunca os destacaram, não falam e não discutem sobre eles.

Vem aí uma nova fase importante e eu sei, que por muito complicado que pareça, Amorim preparou os miúdos para arregaçarem as mangas e jogarem futebol, porque no final das contas, em Maio, se a vitória for nossa, os jornais que agora não falam deles, não terão outro remédio se não render-se às evidências.

  Comentários
Mais Opinião
Mariana Cordeiro Ferreira
CASA ONDE NÃO HÁ PÃO…
E os Sportinguistas já não têm essa paciência, os Sportinguistas estão cansados de esperar, de pensar que "para o ano é que é".
Mariana Cordeiro Ferreira
SER OU PARECER
Neste momento e em termos Europeus, o Sporting é Grande sim, em Hóquei e em Futsal por exemplo, mas no que diz respeito ao futebol, a conversa volta novamente a ser outra.
Mariana Cordeiro Ferreira
PARA TI, BRUNO!
Leva contigo o Esforço, a Dedicação a Devoção e a Glória que por cá aprendeste, porque aí, a história de quem vai vestido de verde e branco, é feita de títulos e tu mereces ganhá-los.
Mariana Cordeiro Ferreira
#DIADESPORTING
É altura de colocar o cachecol, vestir a camisola e preparar a voz... porque o amor chama e a este nunca viraremos as costas.
Mariana Cordeiro Ferreira
ESTE AMOR QUE NOS CONSOME
É o amor que me faz ter um 1906 tatuado, é o amor que me deixa com a lágrima no olho cada vez que vejo uma criança com o símbolo do leão rampante ao peito.
Mariana Cordeiro Ferreira
OBRIGADA MÃE POR ME TERES FEITO DO SPORTING
Hoje, vou levá-la à bola outra vez e já vou conseguir vê-la a cantar O Mundo Sabe Que com o cachecol ao alto e é aí que a emoção vai falar mais alto outra vez, porque se é amor, a ela o devo.
Mariana Cordeiro Ferreira
EXISTEM DIAS
Seria tão fácil dizer que para mim já chega, que estou cansada, que vou deixar de pagar quotas, mas a palavra fácil nunca esteve presente no nosso dicionário.