VARANDAS MAL-AMADO
Sérgio Krithinas, diretor adjunto do ´Record´, escreve que agora "Varandas vai à guerra" e aproveita boleia dos adeptos
Duarte Pereira da Silva
Texto
24 de Outubro 2020, 13:59
summary_large_image

“Mal-amado, ou pelo menos pouco-amado, dentro de portas, o líder dos leões aproveita os bons indicadores da equipa de futebol e tenta também recolher o apoio e admiração dos seus adeptos, que não esconderam a indignação pela polémica arbitragem do clássico do passado sábado”. A ideia foi, este sábado, 24 de outubro, defendida por Sérgio Krithinas, num artigo de opinião no jornal ´Record´.

O diretor-adjunto do diário desportivo disse acreditar que “Varandas foi à guerra com o FC Porto e isso até poderá merecer a aprovação dos adeptos e Sócios do Sporting CP, mas no fim de contas tudo depende do que se passar dentro de campo. Porque não adianta falar grosso se a bola não entrar no sítio certo”.

Sérgio Krithinas recordou que “Varandas atacou o FC Porto, mas também o SL Benfica”, afirmando que a ausência de resposta das águias “permite suspeitar, pelo menos, de um alinhamento político entre os dois rivais de Lisboa. A partir daqui, não há grande margem para meter a marcha-atrás”.

A finalizar, Sérgio Krithinas considerou que a mensagem foi dirigida aos dragões, mas o Presidente leonino “quis que fosse ouvida dentro do Clube”.

Fotografia de Sporting CP

  Comentários