LEÃO TENTA TERMINAR JEJUM DO BASQUETEBOL
Sporting CP tem a oportunidade de conquistar um troféu quase 34 anos depois
Redação Leonino
Texto
17 de Janeiro 2020, 11:55

19 de abril de 1986. Uma data que à partida não diz nada à grande maioria dos Sportinguistas, mas que é o dia em que o Sporting CP venceu o seu último título nacional – equipa sénior masculina – no basquetebol.

O dia 19 de janeiro pode interromper um jejum de quase 34 anos, motivado também pela longa ausência leonina na modalidade regressada esta temporada. Este fim-de-semana, disputa-se a Taça Hugo Santos, a Taça da Liga da modalidade, e a equipa comandada por Luís Magalhães chega a Sines em muito boa forma, ainda que tenha caído para o segundo lugar da LPB Placard, mantendo-se, no entanto, com os mesmos pontos do SL Benfica.

O Sporting CP defronta, este sábado, a UD Oliveirense, equipa bicampeã nacional e detentora do troféu. Se é verdade que a equipa de Oliveira de Azeméis não tem estado ao nível dos últimos anos, também é verdade que tem muita qualidade e que quando as peças estiverem todas a trabalhar, bem serão uma equipa muito forte.

No único jogo entre estas duas equipas na presente temporada, o Sporting CP levou de vencida a equipa bicampeã por 94-70, ainda que o resultado seja escasso para a diferença que existiu em campo. A verdade é que desde dia 1 de dezembro já existiu uma mudança na equipa da Oliveirense. O conjunto de Norberto Alves contratou o jovem base Corey Sanders, de 22 anos, para o lugar do poste Aron Nwankwo.

Do lado leonino continuam as duas ausências já conhecidas. Brandon Nazione não joga mais este ano e não tem substituto, até agora, e Cândido Sá está de fora por ter partido um dedo. Os leões, apesar destas ausências, estão num excelente momento de forma, como prova o resultado do passado fim-de-semana frente à AD Ovarense, 108-56.

Vencer o Troféu Hugo Santos não é impossível. Os leões já provaram ter qualidade para bater qualquer equipa em Portugal, mesmo que neste momento estejam fragilizados por ter menos um jogador estrangeiro que os seus rivais diretos. Serão, espera-se, dois jogos intensos num fim-de-semana que pode entrar para a história da modalidade no Clube.

Nota final para os sub-18, que disputam entre hoje e domingo a final-four do campeonato distrital. Os leões têm sido a melhor equipa de Lisboa este ano e podem vencer o primeiro campeonato distrital desde o regresso na temporada 2012/2013.

  Comentários