APAJO APRESENTA QUEIXA-CRIME CONTRA CLÁUDIA NAYARA POR PROMOÇÃO DE OPERADOR DE JOGO ILEGAL
Após ação contra ‘Numeiro’, Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online tem na mira produtora de conteúdos
Redação Leonino
Texto
27 de Fevereiro 2024, 16:33
Cláudia Nayara

A Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online (APAJO) apresentou, nos últimos dias, uma queixa-crime, junto do Ministério Público, contra Ana Cláudia, mais conhecida como “Cláudia Nayara”, por promover um operador de jogo ilegal em Portugal, a “Vem Apostar”.

A queixa contra a produtora de conteúdos junta-se à ação já apresentada contra o Youtuber João Barbosa, conhecido como “Numeiro”, apresentada em finais de 2023, e insere-se na política de combate ao jogo ilegal online que a APAJO tem vindo a desenvolver.

O operador, que ambos os produtores de conteúdo promoveram por inúmeras vezes nas suas contas oficiais, não possui licença para operar em Portugal, pelo que há fortes indícios de que “Cláudia Nayara”, tal como antes, “Numeiro”, esteja a violar o Regime Jurídico dos Jogos e Apostas Online (RJO), que proíbe a “Exploração ilícita de jogos e apostas online”.

De acordo com Ricardo Domingues, presidente da APAJO, «a nossa missão de promoção de um ambiente responsável de jogo online passa, também, por denunciar quem promove o jogo ilícito e sem licença. Estas pessoas, com centenas de milhares seguidores, contribuem para legitimar os operadores ilegais, que põem em risco os utilizadores».

“Cláudia Nayara”, cujas páginas de Instagram e Facebook contabilizam, respetivamente, 157 000 e 184 000 seguidores, partilhou links para o website de apostas ilegais “Vem Apostar”. Estes links permitem ao seu titular ganhar comissões por cada utilizador que se regista num serviço, utilizando essa hiperligação, sendo que neste caso trata-se de um operador à margem da lei em Portugal.

A APAJO tem vindo a desenvolver várias iniciativas de combate ao jogo ilegal e prevê diversificar e intensificar as suas formas de apoiar a prevenção e luta contra este fenómeno ilícito.

Cláudia Nayara já reagiu à queixa da APAJO e, em declarações à ‘Selfie’, diz “desconhecer completamente” a queixa em questão e assegura não ter sido, ainda, notificada, acrescentando “estar de consciência absolutamente tranquila” e “de coração, não ter nada a temer.”

Fotografia retirada do Instagram de Cláudia Nayara

Imagem de destaque
  Comentários