DIRIGENTE QUE DEU 'FACADA' NAS COSTAS DE CRISTIANO RONALDO ATIRA A MATAR: "COM UM SORRISO NA CARA"
Astro do futebol mundial continua a dar que falar, apesar dos números fantásticos que apresenta
Redação Leonino
Texto
6 de Fevereiro 2024, 14:57
Cristiano Ronaldo, Al Nassr, Sporting

Beppe Marotta, diretor executivo da Juventus entre 2010 e 2018, comentou a chegada de Cristiano Ronaldo ao emblema italiano. Em declarações à ‘DAZN’, o agora alto responsável do Inter assumiu que a mudança de estratégia dos bianconeri com a contratação do internacional português fez que abandonasse o clube da cidade de Turim.

“A partir do momento em que os proprietários decidiram adotar uma estratégia diferente, é o diretor executivo que tem de dar um passo atrás, algo que fiz com um sorriso na cara. Dei à Juventus aquilo que recebi”, começou por afirmar Beppe Marotta.

“Era justo respeitar a vontade dos proprietários, que queriam rejuvenescer a direção. Cristiano Ronaldo foi uma operação não concordei, em parte. O jogador não se discute, obviamente, mas, ponto de vista financeiro-económico, era uma operação exigente. Mas não foi isso que levou à rutura. Foi mais uma alteração no projeto do clube, que determinou um final de ciclo”, finalizou o italiano.

O camisola 7 do emblema de Riade venceu recentemente o Prémio Maradona depois de se ter tornado no melhor marcador mundial, superando a concorrência direta de Harry Kane (Bayern de Munique), Erling Haaland (Manchester City) e Kylian Mbappé (PSG).

Esta temporada, Cristiano Ronaldo – avaliado em 15 milhões de euros – leva 31 encontros: 18 no Campeonato Nacional, seis na UAFA Cup, cinco na Liga dos Campeões Asiática e dois na Kings Cup. Ao todo, nos 2.759 minutos que esteve em campo, o ex-Sporting marcou 30 golos e fez 11 assistências.

  Comentários