EX-TREINADOR DO SPORTING COLOCA FIM A SÉRIE VITORIOSA E PERDE PELA PRIMEIRA VEZ EM 15 JOGOS
Técnico vê excelente momento de forma esfumar-se em casa
Redação Leonino
Texto
13 de Novembro 2022, 17:37

Jorge Jesus viu o Fenerbahçe perder em casa, no passado sábado, dia 12 de novembro, diante do Giresunspor, por 2-1, e terminar, desta forma, uma série de 14 jogos sem conhecer o sabor da derrota. O emblema de Istambul ainda esteve na frente, mas acabou por sofrer a reviravolta a sete minutos do fim, a jogar em inferioridade numérica.

O clube do técnico português adiantou-se no marcador aos 19 minutos, através de uma grande penalidade convertida por Enner Valencia. Contudo, João Pedro Galvão, ex-jogador do Estoril e do Vitória SC, acabou expulso, com o segundo amarelo a ser mostrado aos 40 minutos. A formação caseira foi aguentando, mas acabou por sofrer a igualdade aos 71’, com um golo de Borja Sainz, jovem espanhol que viria a bisar aos 83’ e a colocar um ponto final no encontro.

Após 13 jogos disputados na Superliga turca, a formação liderada pelo ex-técnico dos leões soma 29 pontos – nove vitórias, dois empates e duas derrotas – mais dois do Galatasaray, que tem 27. A formação de Istambul marcou 36 golos e sofreu 14.

Para todas as competições, o antigo treinador do Sporting não perdia há mais de dois meses, a última, e única derrota da época até à data, tinha surgido a 29 de agosto, diante do Konyaspor.

Na Liga Europa, JJ ficou em primeiro lugar do grupo B, com 14 pontos, fruto de quatro vitórias e dois empates, com 13 golos marcado e apenas sete sofridos. Está qualificado para os oitavos de final da competição, podendo ainda ser adversário dos leões, caso os verdes e brancos ultrapassem os dinamarqueses do Midtjylland.

O português foi treinador do Sporting durante três épocas – 2015/16, 2016/17 e 2017/18. Pelos leões, comandou 156 jogos e venceu 99, conquistando uma Supertaça e uma Taça da Liga. Alcançou a maior pontuação da história do Sporting no Campeonato Nacional, com 86 pontos, na época 2015/16.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

  Comentários