GIGANTE EUROPEU RECUSA-SE A PAGAR DÍVIDA DE QUASE 10 MILHÕES A CRISTIANO RONALDO
Capitão da Seleção de Portugal continua à espera do pagamento, que está relacionado com salários em atraso
Redação Leonino
Texto
23 de Maio 2024, 18:44
Cristiano Ronaldo, Al Nassr, Ex Sporting

A Juventus vai recorrer junto da comissão arbitral da Federação Italiana de futebol (FICG), tendo em conta os 9,8 milhões de euros que foi condenada a pagar a Cristiano Ronaldo. Os bianconeri acreditam que não devem qualquer montante monetário ao astro formado no Sporting.

A situação recua até à pandemia do Covid-19 e ao no de 2020, onde a vecchia signora ficou três meses em pagar o salário ao português, tendo em conta a difícil situação financeira em que se encontrava. O capitão de Portugal aceitou a dividida na altura, mas acredita que já passou tempo suficiente para os italianos cobrirem o que devem.

Como forma de defesa, a Juventus garante que não existe qualquer contrato onde esteja obrigada a repor os três meses de salários em atraso, apesar do bom senso do clube estar em causa. De início, Cristiano Ronaldo desejava receber 19,7 milhões de euros, mas o tribunal acredita que a equipa apenas deverá pagar o montante já discutido.

Cristiano Ronaldo, atualmente com 39 anos e avaliado em 15 milhões de euros, já alinhou em 48 partidas: 29 na Liga Saudita, nove na Liga dos Campeões Asiática, seis na UAFA Cup, três na Kings Cup e uma na Supertaça, totalizando 4.193 minutos. O português segue com 48 golos marcados e 13 assistências realizadas.

Com a Listada verde e branca, o internacional português fez 31 jogos na equipa principal, tendo apontado cinco golos e três assistências. O jogador encheu as medidas de Sir Alex Ferguson, que o levou para Manchester, onde se tornou um dos jogadores mais irreverentes da história, com dribles desconcertantes e muito poder de explosão.

  Comentários