LUIS CASTRO FALA DE GRANDE MOMENTO DA CARREIRA E RELEMBRA CRISTIANO RONALDO "TREINO O MELHOR JOGADOR DO MUNDO"
Técnico do Al Nassr encerrou o ano de 2023 como o treinador com o maior número de vitórias (52) a nível global
Redação Leonino
Texto
3 de Janeiro 2024, 13:33
Cristiano Ronaldo, Al Nassr

O treinador Luís Castro concedeu uma entrevista ao jornal O Jogo, onde destacou o reconhecimento da sua equipa técnica pela nomeação da Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS), ao finalizar 2023 como o treinador com mais vitórias (52) em todo o mundo.

“52 triunfos em 2023? Fui alertado para isso e, naturalmente, é um motivo de orgulho, embora tenha consciência que tem muito a ver com o número de jogos feitos ao longo desta época no Brasil e, agora, na Arábia Saudita. A minha equipa técnica fez um número enorme de jogos em 2023: 75. Por isso também se proporciona ganharmos mais vezes. Ou perdermos”, disse,

Ao abordar a nomeação para melhor treinador do ano, Luís Castro enfatizou: “Imaginamos sempre todas as possibilidades. Pensar no que podemos atingir no futuro é a ignição para o nosso trabalho diário. Quis sempre ser melhor hoje do que fui ontem e melhor amanhã do que sou hoje…”, começou por afirmar.

“Tal como os números do ano, o que exalto nesta nomeação é o trabalho conjunto de todos os que comigo estiveram ao longo da carreira, um trajeto que começou no Águeda e passou pelo Mealhada, Estarreja, Sanjoanense, Penafiel, Porto, Rio Ave, Chaves, Vitória de Guimarães, Shakhtar, Al Duhail, Botafogo e Al Nassr. Muitas vezes temos a tentação de olhar para o momento atual e esquecer o caminho que nos conduziu até aqui. Esta é a minha história e quando as coisas boas acontecem devo lembrar-me dela. Aliás, nunca me esqueci, apenas vejo com maior nitidez o que quero para o meu futuro”.

Quando questionado se o seu trajeto no Al Nassr representava o melhor momento da sua carreira, Luís Castro concordou, mencionando a conquista da Champions de clubes árabes, a experiência de treinar Cristiano Ronaldo e o destaque de futebolistas de classe internacional:

“Tive a felicidade de jogar a Champions e uma meia-final da Liga Europa. Foram 24 jogos nessas competições. Aqui, ganhámos a Champions de clubes árabes, treinamos o melhor jogador do Mundo e temos muitos futebolistas de classe internacional, árabes e de outros pontos. Estando num país emergente no futebol, concordo que este é o momento mais alto”, finalizou.

  Comentários