"NÃO QUERIA QUE SE SOUBESSE": PRIMEIRO SALÁRIO DE DANIEL BRAGANÇA NO SPORTING TEVE DESTINO ESPECIAL
'Camisola 23' de Rúben Amorim escondeu 'segredo' durante vários anos e foi agora revelado
Redação Leonino
Texto
7 de Junho 2024, 10:32
Daniel Bragança, Sporting, Porto, Benfica

Daniel Bragança doou parte do seu primeiro salário ao Footkart, clube que representou nos primeiros tempos de formação. Vasco Carvalho, presidente do emblema de Almeirim, local de onde o médio do Sporting é titular, revelou a história que ficou guardada em segredo durante vários anos.

“Deu uma parte muito significativa do seu vencimento ao Footkart destinada à compra de equipamentos. Ele nem queria que isto se soubesse, mas diz muito sobre o seu carácter. Creio que não me vai levar a mal que dê agora esta informação”, disse, ao Record.

“O Pedro e a Sílvia (pais de Bragança) sempre o educaram a pensar para além do futebol e isso fez com que ele mantivesse os pés na terra; deram-lhe a estabilidade e a estrutura que o levaram a seguir um percurso estável. Os futebolistas são muito irrequietos, é algo que vem com o desporto, mas ele não era assim. Sabia comportar-se e era um respeitador nato. Envolvia-se sempre nas dinâmicas da escola, mesmo nas atividades não desportivas”, terminou, recordando a caminhada do médio do Sporting.

Em 2023/24, Daniel Bragança – avaliado em 5 milhões de euros – somou 47 encontros disputados. Ao longo dos 2.028 minutos em que esteve dentro das quatro linhas, o médio verde e branco conta com cinco golos e quatro assistências, sendo, desde a segunda metade do ano, uma peça muito importante para Rúben Amorim.

Ao todo, com a Listada verde e branca, Daniel Bragança leva 108 duelos, sete finalizações certeiras, seis assistências e quatro títulos conquistados: dois Campeonato Nacionais (2020/21 e 2023/24) e duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22). O médio tem contrato com os leões até junho de 2027 e uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

  Comentários