NUNO DIAS É O PRIMEIRO CONVIDADO DO “FICA EM CASA COM FUTSAL”
Página dedicada à modalidade estreia esta noite a rubrica com o treinador leonino
Redação Leonino
Texto
1 de Abril 2020, 10:07

Nuno Dias, treinador da equipa de futsal do Sporting CP, será o primeiro convidado da Zona Técnica, site destinado à modalidade, na sua nova rubrica “Fica em Casa em Futsal”. A transmissão poderá ser seguida, online, através da página de Facebook (AQUI).

O novo projeto da página consiste numa conversa diária, em que os protagonistas serão os treinadores de futsal dos mais variados clubes.

Em baixo, poderá ler o comunicado da página na íntegra:

O Fica em Casa Com Futsal está prestes a começar. Dia 1 de Abril será o arranque das conversas diárias em que o Futsal se irá agregar num tempo onde nos pedem para não nos juntar-mos.

Com um convidado todas as noites, iremos chamar entre as 21h00-22h00 a hora do futsal e poderemos acompanhar tudo no Facebook da Zona Técnica Futsal Portugal

Falar sobre jogos de futsal, campeonato, rankings e perspectivas desportivas futuras, neste momento particular em que a incerteza é a única certeza que temos, resultaria num esforço cognitivo por si só, um raciocínio estéril e irrealista.

Suspenso no limbo da espera, o que podemos fazer para continuar esperando o futuro com esperança é contar-nos histórias, sonhos e histórias, enfim, passar uma tarde juntos, num café virtual e uma fatia de bolo compartilhado.

Mas há vida além do coronavírus, um universo inteiro de futuros possíveis dentro e fora do campo. A verdade é que cabe a nós imaginar o futuro que queremos.

Conversamos sobre as dificuldades de treinar em casa, sobre desejos e sonhos para o futuro. No silêncio e na melancolia que às vezes invadem os dias animamo-nos a pensar nos bons momentos que esta temporada infeliz ainda nos deu. Estamos certos de que cada um de nós tem algo a dizer.

Uma seção transversal da vida em equipa que, tirada dos números, resultados e classificações, nunca pedimos permissão para ver. Mas sentimos falta do futsal, de todos. A competição, a adrenalina do jogo, o desejo de jogar, vitórias e troféus a serem aspirados.

Teremos que esperar antes que possamos nos alegrar e, sim, até sofrer, perseguindo a recuperação controlada do coração na quadra. Por enquanto, continuamos a contar histórias, online para nos apoiar através do que a tecnologia nos disponibiliza e refletir, para não fazer com que esse tempo seja perdido e desperdiçado.

Não sabemos o que será desta temporada, mas uma coisa é certa: esta não será a última conversa do ano.

  Comentários