SELECIONADOR DA GUINÉ-BISSAU DEIXA RECADO A CARLOS MANÉ, EX SPORTING, DEPOIS DE DERROTA: "PERDEMOS POR..."
Turma guineense terminou derrotada por duas bolas a zero frente à seleção do jogador leonino Ousmane Diomande
Redação Leonino
Texto
14 de Janeiro 2024, 11:45
carlos mane sporting

O selecionador guineense, Baciro Candé, comentou em conferência de imprensa após o jogo de abertura da 34ª edição da CAN (2-0), a exibição da equipa.  Candé atribuiu a derrota a contra a Costa do Marfim a “erros individuais de alguns jogadores”.

“Sofremos os golos em erros individuais, isso mexeu um bocadinho com a equipa, mas criámos oportunidades que nos poderiam dar outro resultado ainda na primeira parte. Não tivemos sorte”, sublinhou o selecionador da Guiné-Bissau, onde atua Carlos Mané, ex Sporting.

Baciro Candé reconheceu que o primeiro golo sofrido aos quatro minutos desestabilizou a equipa, embora tenha salientado que a mesma reagiu positivamente ao “criar ocasiões flagrantes para marcar” durante toda a partida.

“A Guiné-Bissau fez o seu jogo contra uma grande equipa, mas não tivemos sorte”, referiu Candé, comprometendo-se a corrigir os erros e a preparar a equipa para o próximo desafio na quinta-feira, dia 18, contra a Guiné Equatorial.

O selecionador notou que a Guiné-Bissau “perdeu contra um candidato ao título”, a Costa do Marfim, mas afirmou que a equipa vai lutar pelos seis pontos que ainda pode conquistar, enfrentando a Guiné Equatorial e a Nigéria nos dias 18 e 22, respetivamente. “Sabemos das nossas limitações, mas viemos cá fazer o nosso jogo”, concluiu Baciro Candé.

Imagem de destaque
  Comentários