SPORTING CP VENCE ACADÉMICA DE COIMBRA POR 92-76
Com esta vitória, os leões conseguiram conquistar o Troféu Stromp em todas as modalidades
João Estanislau
Texto
15 de Setembro 2020, 22:01
summary_large_image

Os jogadores escolhidos por Luís Magalhães foram: Travante Williams, Francisco Amiel, John Fields, Jorge Embaló, Shakir Smith, Cândido Sá, Jeremias Manjate, Diogo Ventura, João Fernandes, Afonso Guedes, Cláudio Fonseca, Diogo Araújo, Pedro Catarino, Jalen Henry e James Ellisor.

Estas duas equipas vão jogar entre si na nova época 2020/2021, após a AA Coimbra ter conseguido a passagem à Liga Placard nos play-offs. Contudo, esta noite de terça-feira, no Pavilhão João Rocha, o resultado acabou 92-76. Em causa, estava o Troféu Stromp, naquele que foi o primeiro jogo televisionado da pré-época. Após voleibol, futsal, andebol e hóquei em patins terem conseguindo o troféu, o basquetebol leonino também o garantiu e demonstrou a capacidade eclética do Clube de Alvalade.

As duas equipas começaram com alguma intensidade e a pretenderem arriscar e no fim primeiro minuto de jogo, dois pontos para cada lado. Os primeiros pontos leoninos pertenceram a Diogo Ventura.
Travante Williams conseguiu os dois cestos, na primeira falta realizada pela equipa da cidade de Coimbra e a vantagem começou a surgir. Travante Williams que dilataria a vantagem com outros dois pontos.

O americano Travante Williams, de 27 anos, continua a mostrar garra e empenho, fazendo a equipa chegar aos dois dígitos no placar, quando o resultado passou para 10-6. Contudo, a faltarem cinco minutos para terminar o primeiro período, um triplo da equipa da AA Coimbra reduziu a desvantagem. A mesma Académica que passaria para a frente do marcador, mas por pouco tempo. Menos de um minuto depois, o placar indicava 13-11.

O Sporting CP que pressionou bastante defensivamente neste primeiro período, mas o ataque apresentava algumas debilidades. Muita ansiedade e todos os jogadores a quererem mostrar serviço. Contudo, o primeiro tempo acabou com os leões em vantagem por 20-19.

O segundo período começou tal e qual como o primeiro, com a AA Coimbra a pontuar primeiro com dois pontos e uma rápida resposta dos verde e brancos a fazerem o mesmo.

Shakir Smith conseguiu concretizar vários lançamentos e o início do atleta leonino foi bastante bom, com muita agressividade quer a atacar, quer a defender, neste 2.º período. Foi igualmente neste período que a vantagem aumentou. A cinco minutos do fim, o resultado estava nos 33-27.

Ventura aumentou a vantagem dos 10 pontos, ainda antes do último minuto, quando o marcador mostrava 41-30. O resultado final deste segundo tempo, ficou nos 45-32.

Após o intervalo, o Sporting CP começou algo intermitente e nervoso, não só não conseguindo dilatar a vantagem, mas permitindo que a mesma diminuísse. Até à paragem pedida pela equipa técnica leonina, o resultado situava-se nos 47-38.

Desde essa paragem e até meio do terceiro tempo, o Sporting CP encontrou-se e conseguiram equilibrar o jogo e aproximar-se da qualidade do segundo período. O placar mostrava 53-43.

Diogo Ventura voltaria a marcar três pontos, numa altura que o Sporting CP a jogar com dois jogadores interiores, para permitir mais mobilidade na defesa e uma melhor transição no ataque.

O fim do terceiro tempo terminou com 66-55.

O último período teve um início com um domínio dos leões e James Ellisor a chegar aos 70 pontos quando faltavam oito minutos para o fim da partida. À passagem para os últimos cinco minutos, o resultado indicava um desnível de 79-66, com o Sporting CP claramente mais dominador e mais seguro de si. A mudança tática mudou e a equipa começou a jogar melhor.
Travante Williams conseguiu marcar três pontos, possibilitando aos verde e brancos, chegar aos 90 pontos.

O resultado final terminou 92-76.

O Sporting CP demonstrou que é uma equipa bastante competitiva e a fazer da sua forte defesa, a sua principal valência. Recorde-se que os leões tiveram apenas uma derrota na Liga Placard que terminou devido à pandemia Covid-19 e foram o melhor ataque com uma média de 93 pontos por jogo e a defesa com uma média de 70 pontos por jogo. Bons indicadores para uma equipa que pretende ser líder da Liga.

Fotografia de Sporting CP

  Comentários