SPORTING FALA EM "ENCENAÇÃO DE UMA POSSÍVEL DESISTÊNCIA" DO PORTO
Miguel Braga deixou críticas à modalidade dos dragões, no dia em que se disputa o jogo três das meias-finais do play-off no Pavilhão João Rocha
Maria Pinto Jorge
Texto
26 de Maio 2022, 14:29
summary_large_image

O diretor de comunicação do Sporting, Miguel Braga, voltou-se para o basquetebol do Porto, num dia em que leões e dragões vão disputar, no Pavilhão João Rocha, o terceiro jogo das meias-finais do play-off da Liga Betclic.

No editorial da edição desta quinta-feira, dia 26 de maio, do Jornal Sporting, o responsável leonino lamentou as atitudes tomadas pelos azuis “esta época com a encenação de uma possível desistência da modalidade, perdendo inclusivamente dois jogos por falta de comparência”.

Miguel Braga refere-se, no caso, ao ‘boicote’ do Porto aos árbitros Fernando Rocha, Carlos Santos e Paulo Marques, que na época passada ajuizaram a partida que valeu o título nacional do Sporting frente ao Porto. Recorde-se, ainda, que se os dragões tivessem faltado a um terceiro jogo podiam ter sido excluídos da Liga Betclic.

Depois disso, Miguel Braga ainda recordou as palavras de Luís Magalhães, treinador de basquetebol do Sporting, no final do jogo dois (Saiba mais AQUI), em que o mesmo defende que “qualquer decisão do árbitro é contestada por tudo e por todos e depois não têm coragem para marcar as faltas que devem marcar e os maus comportamentos. Deixam isto chegar a um estado que não tem nada a ver com o basquetebol normal. Isto não era o basquetebol português”. O responsável leonino concordou: “Sim, isto não deveria ser o basquetebol nacional, nem um exemplo a seguir no desporto português”.

Fotografia de Sporting

  Comentários