TÉCNICO PORTUGUÊS REFLETE SOBRE IMPACTO DE CRISTIANO RONALDO NA ARÁBIA: “É QUASE ENDEUSADO”
Conhecedor da realidade saudita, treinador salientou registo notável do internacional português e garantiu preparação do craque para o Euro
Redação Leonino
Texto
29 de Maio 2024, 12:03
Cristiano Ronaldo, Al Nassr

Cristiano Ronaldo continua a fazer história por onde passa. O avançado português de 39 anos bisou na vitória do Al Nassr (4-2) frente ao Al Ittihad e somou mais dois recordes individuais a uma lista impressionante: máximo de golos (35) numa só temporada no campeonato saudita e ainda melhor marcador em quatro ligas distintas: Inglaterra, Espanha, Itália e Arábia Saudita. Jorge Mendonça, que orientou o Al Akhdoud, destacou o registo de CR7.

“A nível desportivo, de performance, analisada pelos números, é recorde atrás de recorde. Mas essa análise pode fazer-se a partir de Portugal. Agora o impacto que tem no país e na região já é difícil. Vai quase do bebé até ao avô, são famílias inteiras”, declarou o técnico de 51 anos, em conversa com o jornal Record.

“Vi pessoas com quem trabalhava, no meu clube, fazerem três ou quatro horas para ir ver o Ronaldo jogar com camisola do Al Nassr e eram adeptos do Al Hilal. Era o mesmo que serem do Porto e irem ver o Benfica porque está lá o Ronaldo. Está acima de tudo. É uma figura de união, um elemento aglutinador no futebol e para eles é uma alegria imensa ter este tipo de jogadores. Sempre na televisão o Real Madrid Barcelona, o Ronaldo conta o Messi, e agora tê-lo é uma grande alegria”, contou.

Jorge Mendonça acredita que CR7 vai continuar a jogar com a camisola da Arábia. “Não foi campeão e isso é muito importante para ele. Pois é muito competitivo. Tenha que idade tiver vai sempre jogar para ganhar e ficar muito chateado quando não acontecer. É muito bem tratado, é adorado, quase endeusado…”, defendeu o técnico português.

A menos de um mês do pontapé de partida do Euro 2024, Mendonça acredita que Cristiano Ronaldo vai entrar com uma cabeça limpa e motivado, depois de uma época espetacular que conta 50 golos em 50 jogos do Al Nassr – falta disputar a final da Taça -, ao contrário do que aconteceu no Mundial 2023 devido ao divórcio problemático com o Manchester United.

  Comentários