AFINAL, VARANDAS NÃO VAI GANHAR PRÉMIO NENHUM; PRESIDENTE DO SPORTING FORA DA LISTA FINAL
Líder dos leões afastado de distinção nacional
Maria Pinto Jorge
Texto
10 de Novembro 2022, 09:32
summary_large_image

Frederico Varandas, Presidente do Sporting, estava nomeado pela Associação All4Integrity – que visa promover uma cultura de integridade em Portugal – para o prémio Tágides 2022, mas acabou por ficar pelo caminho.

O líder máximo dos leões ficou fora da lista de finalistas para esta distinção, que tem como objetivo “identificar, reconhecer, celebrar e premiar projetos, trabalhos e/ou iniciativas de pessoas que se destaquem na promoção de uma cultura de integridade e prevenção, e luta contra a corrupção em Portugal, em várias áreas da sociedade”.

A escolha do júri para a categoria ‘Projeto da Sociedade Civil’, acabou por recair no Carlos Alexandre, Helena Roseta, Henrique Gouveia e Melo, José Pacheco Pereira e Luís Rosa, informação revelada esta quarta-feira, 9 de novembro, pela própria Associação.

O Presidente do Clube de Alvalade tem sido, ao longo do mandato, uma voz ativa no combate à corrupção no futebol português.

Recorde-se que Varandas está até em tribunal, acusado por Pinto da Costa, líder do Porto, por difamação. O Presidente dos verdes e brancos apontou o dedo ao dirigente máximo dos dragões, qualificando-o como um “corruptor ativo”, numa clara referência ao processo ‘Apito Dourado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Fotografia de Sporting

  Comentários
Subscreva a newsletter Leonino
Email