CAMPEÃO PELO PORTO DIZ QUE "SE TIVESSE 5% DA MENTALIDADE DE CRISTIANO RONALDO" PODIA TER SIDO DOS MELHORES DO MUNDO
Antigo jogador de futebol deixou palavras muito positivas sobre o capitão da Seleção Nacional
Redação Leonino
Texto
1 de Fevereiro 2024, 11:49
Cristiano Ronaldo, Al Nassr

Numa entrevista ao Globo Esporte, Anderson, ex-jogador de futebol que representou o Porto, fez um balanço sobre a sua carreira, destacando especialmente os anos passados no Manchester United e a sua relação com Cristiano Ronaldo. Ao recordar a sua chegada aos red devils, o antigo médio destacou a forma como foi recebido pelo agora atleta do Al-Nassr.

“Assim que cheguei a Manchester fui para a casa do Cristiano Ronaldo. Agradeço-lhe muito. Ele adotou-me. Morámos quase um ano na casa do Cristiano Ronaldo. Saímos porque quisemos sair. Por ele ficaríamos lá. Não gastávamos dinheiro com nada. O Nani e eu, para não sermos ‘cara de pau’, tínhamos de ir às compras, pelo menos, uma vez”, recordou.

“O treino era às 9h30 horas, mas tínhamos que sair às vezes às 6h30 horas, porque íamos com o Cristiano Ronaldo. Eu e o Nani ficávamos a dormir nas macas e esperávamos por ele. Se eu tivesse 5% da mentalidade do Cristiano Ronaldo, teria estado entre os 20 melhores médios do mundo naquela altura. O que me atrapalhou foi achar que já tinha ganho tudo e que estava tudo resolvido”, concluiu o ex-internacional brasileiro.

Anderson de 35 anos, relembra-se, encerrou a sua carreira profissional no mundo do futebol em 2019. Apesar de acreditar que poderia ter alcançado patamares mais elevados, o antigo médio destacou-se ao receber o prémio Golden Boy em 2008.

Ao longo da sua carreira, Anderson conseguiu ainda conquistar uma Liga dos Campeões, um Mundial de Clubes e uma Copa América. Adicionalmente, o antigo internacional brasileiro tem também títulos a nível interno em Portugal, Inglaterra e Brasil.

Por sua vez, Cristiano Ronaldo,avaliado em 15 milhões de euros – permanece ativo aos 38 anos e leva já, nesta temporada, 31 encontros disputados: 18 no Campeonato Nacional, seis na UAFA Cup, cinco na Liga dos Campeões Asiática e dois na Kings Cup. Ao todo, nos 2.759 minutos que esteve em campo, o ex-Sporting marcou 30 golos e fez 11 assistências.

  Comentários