DOCUMENTO PROVA QUE UNILABS ASSUMIU ERRO
“Assumiu-se por isso clínica e laboratorialmente que se trataram de falsos positivos", pode ler-se no documento publicado pelo jornal 'Record'
Duarte Pereira da Silva
Texto
19 de Janeiro 2021, 12:03
summary_large_image

A UNILABS assumiu que os testes positivos à Covid-19 realizados por Nuno Mendes e Andraž Šporar eram, afinal, falsos positivos. É esta a conclusão que é possível retirar do documento tornado público pelo jornal ‘Record’: “Assumiu-se por isso clínica e laboratorialmente que se trataram de falsos positivos, num trabalho conjunto entre as equipas clínicas do Sporting CP, da Unilabs e com a DGS”, pode ler-se no documento em causa.

Lembre-se que, na noite de ontem (segunda-feira), e depois das declarações de Miguel Braga (LER AQUI) e do comunicado oficial do Sporting CP (LER AQUI), o Diretor Clínico da Unilabs negou que o seu laboratório tenha cometido qualquer erro: “Sei que foram positivos e depois foram fazer testes noutros laboratórios distintos. Da nossa parte não há nenhuma assunção de erro, porque não há erro. Assinei os testes como positivos. Tudo o que se passou depois daí, não faço ideia. Não fomos contactados”.

Já esta terça-feira, fonte do Sporting CP, em declarações ao ‘Record’ mostrou-se “perplexa” com a tomada de posição da UNILABS (LER AQUI).

O Leonino está a acompanhar de perto todo este processo:

  • Comunicado oficial do Sporting CP

  • Declarações Miguel Braga

  • Leões estranham posição da Unilabs

  • Declarações Diretor Clínico do Sporting CP, João Pedro Aráujo:

  Comentários