TALISMÃ DO SPORTING RECUSOU RUMAR AO CSKA EM JANEIRO
Futebolista do Clube de Alvalade teve proposta para rumar à Rússia, mas preferiu continuar de Leão ao peito
Redação Leonino
Texto
15 de Maio 2024, 15:45
Paulinho, Daniel Bragança, Francisco Trincão, Sporting, Estrela da Amadora

O CSKA tentou contratar Paulinho na última janela de transferências. A informação é avançada pelo jornal ‘O Jogo’, contudo o internacional português de 31 anos não se mostrou interessado em rumar ao campeonato da Rússia.

O mesmo diário desportivo adianta ainda que o camisola do Clube de Alvalade tem outros clubes fortemente interessados na sua contratação, nomeadamente da Turquia, nos Emirados Árabes Unidos e também na Arábia Saudita.

O jogador foi convidado desta quarta-feira da Rádio Comercial e foi questionado sobre a sua continuidade no Sporting. O internacional português de 31 anos respondeu à pergunta de modo afirmativo: “Se fico no Sporting? Sim, sim”, respondeu.

O atleta concedeu também uma entrevista à revista da Betano e falou sobre a música entoada pelos adeptos leoninos em sua homenagem e diz que a canção é mais “importante” do que qualquer golo: “Não faço ideia como nasceu, honestamente, mas ainda bem que nasceu. Para mim, é muito mais importante que qualquer golo que possa ter marcado” (Recorde AQUI).

Esta temporada, Paulinho – avaliado em 6,5 milhões de euros – leva 45 encontros disputados (2.235 minutos): 30 na Liga Portugal Betclic (1.247), sete na Liga Europa (430), cinco na Taça de Portugal (356) e três na Taça da Liga (202). O avançado da turma de Rúben Amorim apontou 20 golos e fez seis assistências na conta pessoal.

Desde que chegou ao Sporting, oriundo do Braga a troco de 16 milhões de euros por 70% dos direitos económicos, em janeiro de 2021, Paulinho contabiliza 143 encontros, 52 finalizações certeiras, 21 assistências e quatro títulos conquistados: dois Campeonatos Nacionais (2020/21 e 2023/24), uma Taça da Liga (2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021). O avançado tem contrato até junho de 2026 e uma cláusula de rescisão de 65 milhões de euros.

  Comentários