FINANÇAS DO SPORTING EM ESTADO CRÍTICO: "TIVEMOS DE VENDER PARA FAZER FACE A NECESSIDADES BÁSICAS"
Rúben Amorim com revelação surpreendente na antevisão do clássico, frente ao Porto
Redação Leonino
Texto
19 de Agosto 2022, 17:16
summary_large_image

Rúben Amorim partiu a loiça toda na antevisão do clássico, frente ao Porto, agendado para o próximo sábado, 20 de agosto, às 20h30, no Estádio José Alvalade. O tema Matheus Nunes dominou, naturalmente, toda a conferência de imprensa e, questionado sobre a chegada de reforços, Rúben Amorim revelou que tal não vai acontecer.

“O Matheus foi vendido para fazer face a coisas básicas do clube e não vamos ser nós a estragar a esse conforto. É difícil contratar nesta altura, não queremos jogadores abaixo do nosso nível neste momento. Não tenho ideia nenhuma. Sou um treinador que precisa de tempo para amadurecer as ideias, mas não iremos gastar o dinheiro do Matheus”, afirmou Rúben Amorim.

Sobre a possibilidade de ser acusado de ser incoerente, Rúben Amorim apontou o dedo a Frederico Varandas: “Incoerência? Nunca. Se há pessoa coerente aqui, sou eu. O Tabata saiu para segurar o Matheus Nunes. Não sou eu que vendo os jogadores. Essa pergunta não é para mim. Sempre fui coerente desde que me sentei aqui. A incoerência não é da parte do treinador”.

Confira, na íntegra, as declarações de Rúben Amorim:

Fotografia de Sporting

  Comentários
Subscreva a newsletter Leonino
Email