JUAN MIRANDA, APONTADO AO SPORTING, CADA VEZ MAIS PERTO DE VESTIR CAMISOLA DE RIVAL DOS LEÕES
Jogador já tem conhecimento de proposta oriunda de um dos grandes portugueses, mas o futuro ainda está em aberto
Redação Leonino
Texto
11 de Junho 2024, 14:02
Juan Miranda, Bétis, Sporting

Apesar do próximo destino de Juan Miranda, defesa-esquerdo do Bétis, não ser o Sporting, como já noticiado, o jogador de 24 anos pode ser rival dos leões, isto após o Porto ter demonstrado muito interesse no atleta que definiu como substituto para Wendell. Neste sentido, o jornal online MaisFutebol adiantou que o espanhol já tem conhecimento das intenções dos azuis e brancos.

No entanto e apesar da sondagem, o clube de André Villas-Boas ainda não fez qualquer proposta oficial pelo lateral-esquerdo espanhol, que já tem outras ofertas em cima da mesa, incluindo uma de renovação pelo emblema de Sevilla – que, em princípio, irá recusar, uma vez que o atleta não apresenta qualquer intenção de permanecer no clube.

Como referido, os dragões não estão sozinhos na corrida por Juan Miranda, sendo que tanto de Espanha como de Itália existem diversas equipas com os olhos bem abertos para o jogador, que vai terminar contrato com o Bétis no fim deste mês de junho. Também os três grandes portugueses já estiveram com a mira apontada ao jovem atleta. Posto isto, é expectável que o espanhol decida em breve o seu futuro e em que clube vai dar seguimento à sua carreira.

Na temporada de 2023/24, Juan Mirandaavaliado em 9 milhões de euros -, realizou 32 partidas (2.350 minutos): 25 na La Liga (1.860′), três na Liga Europa (141′), duas na Conference League (169′) e outras duas na Copa del Rey (180′). Nesta que foi a sua quarta temporada ao serviço do Bétis de – onde chegou em 2020/21, por empréstimo, oriundo do Barcelona -, o lateral associado ao Sporting marcou dois golos e realizou o mesmo número de assistências.

Na equipa principal do Barcelona, Juan Miranda acabou por disputar apenas quatro encontros, isto na temporada de 2018/2019: três na Copa del Rey e um na Liga dos Campeões, perfazendo o total de 315 minutos nessa época, em que ainda atuava no escalão de juniores e nos ‘bês’ dos culés.

  Comentários