'MASTERCLASSES' DE AMORIM NO MERCADO DO SPORTING DEIXAM BENFICA A 'VER NAVIOS'
Técnico verde e branco está sempre atento às oportunidades de mercado
Redação Leonino
Texto
1 de Junho 2024, 14:15
Carlos Fernandes, Rúben Amorim, Sporting

A política de transferências do Sporting desde que Rúben Amorim chegou ao clube foi sempre bastante clara, sendo que esta última campanha foi onde os leões investiram mais. Posto isto, nas cinco épocas nos verdes e brancos o técnico foi responsável por ‘roubar’ alvos do mercado no Benfica por quatro ocasiões.

A mais recente disputa frente às águias foi com o novo guarda-redes do Sporting, Vladan Kovacevic, que chega vindo do Rakow para ser o guardião titular do Sporting na próxima época . O guarda-redes bósnio era seguido de perto pelo Benfica desde 2022, altura em que esteve perto de rumar a Lisboa, mas acabou por permanecer na Polónia.

Talvez o maior caso de atletas que escolheram o Sporting ao Benfica é Viktor Gyokeres. O sueco obrigou o próprio Rui Costa vir publico explicar a situação, depois das águias optarem pela contratação de Arthur Cabral. Em Portugal, rapidamente se percebeu a diferença entre o sueco e o brasileiro.

O primeiro adiantamento ao Benfica por ordem de Rúben Amorim aconteceu com Rúben Vinagre, mas a contratação não teve o mesmo sucesso em Alvalade como os seus colegas de profissão. Agora, o defesa lateral está ao serviço do Hellas Verona, de Itália, depois de empréstimos ao Everton e ao Hull City.

Por fim, a maior disputa entre os dois rivais está relacionada com Manuel Ugarte. O médio-defensivo uruguaio, que atuava no Famalicão, viu os leões pagarem a sua cláusula de rescisão, de 6,5 milhões de euros, adiantando-se ao Benfica e a Jorge Jesus, que era o treinador das águias na altura.  No Sporting, Ugarte acabou por conseguir bastante sucesso, acabando por se transferir para o PSG a troco de 60 milhões de euros, em 2023/2024.

Confira o grande passe de Kovacevic:

  Comentários