OLIVIA SMITH REVELA QUE RECEBEU CONSELHOS DE ATACANTE EX BENFICA ANTES DE RUMAR AO SPORTING: "DISSE-ME QUE EU IA ADORAR JOGAR EM PORTUGAL"
Jogadora verde e branca tem estado em destaque desde que chegou a Alvalade no último verão
Redação Leonino
Texto
24 de Fevereiro 2024, 19:33
Olivia Smith, Sporting

Olivia Smith tem sido um dos destaques na equipa de futebol feminino do Sporting esta temporada. A jovem canadiana assinou pelo Clube de Alvalade no último mercado de verão e, em entrevista à Renascença, revelou que falou com Cloé Lacasse, antiga jogadora do Benfica, antes de rumar a Alvalade.

“Um pouco antes de me comprometer com o Sporting, falei com a Cloé Lacasse, que estava no Benfica, quando estávamos nos estágios da seleção, e ela só tinha coisas boas a dizer. Não só sobre o país, mas também sobre o futebol em geral, aqui em Portugal, sobre como todos os adeptos são muito apaixonados e que eu adoraria estar aqui”, disse, explicando os motivos que a levaram a rumar às leoas.

“Estava num período mais duro, porque não estava a ter uma grande época, não estava a jogar muito e, por isso, não estava a ter muita exposição. Ouvi dizer que tinha uma proposta do Sporting e sabia que Portugal é um país apaixonado pelo futebol”.

“Penso que isso foi algo que me atraiu muito, tipo, ‘quero mesmo ir para lá, preciso de sentir aquele ambiente, o amor e paixão pelo jogo’. Acho que, no final de contas, foi por isso que decidi vir para o Sporting. E, lá está, é um clube muito prestigiado, o Cristiano Ronaldo é daqui. Pensei que seria a maneira perfeita de iniciar a minha carreira profissional.”, continuou.

“Tem sido muito bom. Admito que, ao início, foi um pouco complicado, como seria em qualquer outro lado, mas, assim que fiquei um pouco mais confortável, sinto que tive um bom início de temporada e também agora no arranque da segunda metade. Estou muito feliz com a equipa, as jogadoras são fantásticas. Temos uma equipa técnica fantástica.”

“Ajuda sem dúvida ter outras jogadoras que falam inglês. A Brittany Raphino, a Jacynta [Gala], a Andrea [Norheim] fala também muito bom inglês, e a Hannah Seabert. É bom ter outras pessoas que estão no mesmo barco que eu.”, prossegue a internacional canadiana.

“Honestamente, não tinha muitas expetativas para a minha primeira temporada. Queria só chegar, adaptar-me e mostrar o que tenho, ver como me integraria aqui. Estou muito honrada por contribuir para a equipa e para os golos. No entanto, por agora, não tenho expectativas de golos nem nada do género. Para mim, o mais importante, esta época, é que tenhamos sucesso como equipa”, admitiu.

Imagem de destaque
  Comentários