"PERDI A FÉ": NÉLSON ÉVORA REVELA MOMENTO MAIS DIFÍCIL DA SUA VIDA E FAZ HOMENAGEM DE DEIXAR LÁGRIMAS NOS OLHOS (COM VÍDEO)
Antigo atleta do Sporting não esqueceu duro episódio que viveu antes dos Jogos Olímpicos de 2008
Redação Leonino
Texto
18 de Fevereiro 2024, 15:35
Nélson Évora, Sporting

Nélson Évora é um dos participantes do Dança com as Estrelas, programa da TVI. Na última gala, transmitida sábado, dia 17 de fevereiro, o antigo atleta do Sporting, decidiu fazer uma homenagem ao falecido pai, deixando o público com lágrimas nos olhos.

“Eu e a minha família descobrimos que o meu pai tinha um cancro no pâncreas, em vésperas de eu ir aos Jogos Olímpicos, em 2008. E a notícia foi-me dada de uma forma um pouco dura. O doutor disse-me que o meu pai teria apenas três meses de vida e que iria ser operado de urgência. Antes de me ir embora, prometi-lhe que lhe ia trazer a medalha de ouro e aquilo que as pessoas viram nos Jogos Olímpicos fui eu a ganhar a medalha e a chorar. Mas não estava a chorar por estar feliz, mas, sim, porque tinha conseguido cumprir a minha parte”, conta.

“Felizmente, o meu pai viu-me a ganhar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos. Tinha de lutar por eles e por todas as pessoas que lutam contra estas doenças”, acrescentou Nélson Évora, antes de explicar o quão difícil foi o momento após perder o pai.

“Foi um drama muito duro. Perdi a fé. Perdi… Mas a vida ensinou-me que nunca a devemos perder, que devemos lutar. Foi isso que o meu pai me ensinou. Nunca me hei de esquecer a força de viver dele, ele disse-me que ia recuperar e que íamos continuar muito mais tempo juntos”, atirou.

“Não aconteceu. Mas, para mim, foi uma luta que ganhámos e foi isso que me deu muita força para lutar pelos meus sonhos. Por exemplo, hoje, com 39 anos, acho que há muita gente que acredita que não sou capaz de voltar a saltar, mas vou provar que sim”, terminou, emocionado.

Confira um excerto:

  Comentários