VITÓRIA VALE REGRESSO À LIDERANÇA
Basquetebol do Sporting CP venceu o Barreirense FC por 97-67
Duarte Pereira da Silva
Texto
8 de Março 2020, 16:54
summary_large_image

A equipa de basquetebol do Sporting CP recebeu e venceu o Barreirense FC, por 97-67. Em jogo relativo à 22.ª jornada da LPB Placard, o conjunto de Luís Magalhães esteve sempre no comando da partida e somou, com toda a justiça, a oitava vitória consecutiva. Desta forma, os leões retomam à liderança, com 43 pontos.

Jalen Jones inaugurou o marcador para o FC Barreirense. Na resposta, João Fernandes converteu dois lances livres e igualou a partida a dois pontos. Logo de seguida, Pedro Catarino, com um triplo, colocou os leões a vencer por 5-2. O Sporting CP ia fazendo da organização defensiva a sua grande arma e, ao cabo de três minutos, o FC Barreirense só tinha marcado dois pontos. Neste sentido, o treinador forasteiro, João Cardoso, pediu um desconto de tempo.

Coincidência ou não, no reatar, a turma do Barreiro, muito por culpa de Jalen Jones, que terminou o primeiro quarto com 16 pontos, conseguiu aproximar-se no marcador e, ao fim de dez minutos jogados, perdia apenas por cinco pontos (25-20). Do lado verde e branco, destaque para Abdul Abu, com sete pontos e três ressaltos, e para Pedro Catarino, com cinco pontos e quatro assistências.

No segundo quarto, já com Travante Williams e Francisco Amiel em campo, os rapazes de verde e branco voltaram a entrar fortes e conseguiram aumentar a vantagem para oito pontos. No entanto, os comandados de Luís Magalhães iam mostrando algumas dificuldades em lidar com o jogo exterior do FC Barreirense, nomeadamente com os lançamentos de Jalen Jones, Jabari Mcghee e Diogo Peixe. Assim sendo, e perante algum desacerto na hora de visar o cesto, os leões permitiram que o conjunto de João Cardoso chegasse a estar a apenas dois pontos, o que obrigou o treinador verde e branco a pedir, também ele, um desconto de tempo.

Todavia, até final do segundo quarto, o basquetebol leonino conseguiu voltar a alargar novamente a vantagem e saiu para o intervalo a vencer por cinco pontos, deixando, contudo, tudo em aberto para o segundo tempo. No capítulo individual, destaque para Travante Williams, que, jogando apenas dez minutos, registou dez pontos. Nota também para os cincos ressaltos de Cláudio Fonseca. Do lado do FC Barreirense, Jalen Jones e Jabari Mcghee, com 16 e 10 pontos, respetivamente, era os homens em maior evidência.

No terceiro quarto, certamente depois de um puxão de orelhas de Luís Magalhães, o Sporting CP elevou a agressividade defensiva e melhorou a percentagem de sucesso na hora de lançar ao cesto. Desta forma, a meio do terceiro período, os leões já venciam por 11 pontos (57-46). Foi precisamente por esta altura que a claque Directivo Ultras XXI, em protesto para com a direção liderada por Frederico Varandas, abandonou o Pavilhão João Rocha.

Voltando ao jogo, e contrariamente ao que tinha acontecido nos quartos anteriores, os comandados de Luís Magalhães conseguiram distanciar-se do FC Barreirense e terminaram o terceiro período a vencer por 71-56. Travante Williams, com 16 pontos e três assistências, Pedro Catarino, com oito pontos e cinco assistências, e Abdul Abu, com nove ressaltos, iam sendo os jogadores em destaque.

Nos últimos dez minutos, o Sporting CP foi cada vez mais superior e, de forma natural e conseguiu mesmo ultrapassar a barreira dos 100 pontos. Assim sendo, e perante 1144 adeptos presentes nas bancadas do Pavilhão João Rocha, os leões venceram o FC Barreirense, por 97-67, somaram a oitava vitória consecutiva e regressaram à liderança da LPB Placard, com 43 pontos. Na vertente individual, Travante Williams, com 21 pontos, oito ressaltos, três assistências e dois roubos de bola foi o homem em destaque. Abdul Abu, com 19 pontos, 13 ressaltos e três assistências.

Na próxima jornada, o Sporting CP desloca-se, novamente, até Oliveira de Azeméis para defrontar a UD Oliveirense. O jogo realiza-se dia 15 de março (domingo), pelas 15h00, no Pavilhão Dr. Salvador Machado.

Fotografia de Sporting CP

  Comentários