“AMORIM? SE NÃO FOSSE BUSCÁ-LO, ESTARIA NO RIVAL”
Frederico Varandas, em entrevista à CNN, falou sobre a contratação de Rúben Amorim e o seu futuro como técnico dos leões
Guilherme Aguiar
Texto
18 de Janeiro 2022, 14:01
summary_large_image

Frederico Varandas, em entrevista ao jornalista Rui Santos – na CNN Portugal, na passada segunda-feira, 17 de janeiro – não deixou nada por dizer em relação à contratação de Rúben Amorim. A “jogada de antecipação”, a pressão dos rivais, o Benfica, a “estrutura” e o futuro do técnico dos leões foram alguns dos pontos abordados por Frederico Varandas.

“Se não fosse buscar o Amorim, estaria no rival no final do ano”

  • “Nunca liguei muito ao que se diz sobre Amorim, caso contrário nunca o teria contratado. Todos achavam que não era bom para o Sporting. Foi uma jogada de antecipação, foi um momento decisivo, se não estaria no rival no final do ano, não tenho dúvidas”.

“Quando fechámos o Amorim, já havia pressão para ele não assinar”

  • “Quando fechámos Amorim já havia pressão para ele não assinar pelo Sporting. O Amorim dificilmente vai encontrar na carreira uma estrutura como esta. A função de um presidente é reunir e fazer acreditar num projeto. Sporting chegou a um momento, em 2020, quando pode ir buscar este treinador, tem ao seu lado uma estrutura espetacular.

“O Rúben Amorim é um treinador brilhante e um excelente líder”

  • “Amorim é jovem, está no primeiro ano da Champions e vai aos ‘oitavos’, campeão e está a discutir os outros títulos. É um treinador brilhante, um homem normal, como o presidente ou outros administradores. É um excelente líder. Amorim tem um contrato que quis assinar, até 2024, se me preocupar com Amorim tenho de me preocupar se vai haver sismo em Lisboa”.

“A saída do nosso treinador é um não assunto”

  • “Saída? Não é hipótese. Amorim é inteligente, sabe que está a crescer, tem as condições ideias para crescer. Se calhar não vai estar 10 anos no Sporting, 8, 6, 4… sei que assinou um contrato e está feliz. É um não assunto para nós. Ele é muito transparente”.

“Sofríamos por não ter o Amorim. Agora estamos a sofrer por o ter?”

  • “Claro que não tenho plano B. O Amorim é muito feliz no Sporting, para mim é um não-assunto. Sofríamos por não ter o Amorim, agora estamos a sofrer por o ter? Eu não, que não sofro nada. Preparado para o perder? É um não-assunto para nós, para mim e para o treinador.”

Fotografia Sporting

  Comentários