COUTINHO DUARTE PEDE A VARANDAS PARA CLAQUES FICAREM
Em causa a ordem de despejo dada a Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI
Redação Leonino
Texto
16 de Setembro 2020, 13:00
summary_large_image

Joaquim Coutinho Duarte enviou hoje, dia 16 de outubro, uma carta aberta ao Presidente do Sporting CP, solicitando a reversão da ordem de despejo de que duas das principais claques do Sporting foram alvo. O conhecido Sócio Sportinguista oferece-se para mediar o diferendo entre Direção e Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI. Caso não seja este o caminho, Coutinho Duarte sugere a votação em Assembleia Geral desta decisão.

Carta completa:

Lisboa, 16 de setembro de 2020

Exmo. Senhor Presidente do Sporting Clube de Portugal

Dr.  Frederico Varandas,

É na qualidade de sócio, do nosso Sporting Clube de Portugal, que me dirijo a si, na mui digna qualidade de presidente desta secular e prestigiada instituição!

Nunca fui dirigente de nenhum órgão social do Sporting, nem de nenhuma claque! Estou aqui somente como sócio, que ama o Sporting e entende que o mesmo precisa de paz e de todos os seus sócios!

Tenho conhecimento, como todos os demais sócios, do enorme e desnecessário diferendo, que tem com duas claques do Sporting. Sim, duas! Ou seja, é um conflito direcionado e não generalizado. Ou seja, não é uma questão de princípio sobre as claques, mas sim “pessoal” e cirurgicamente direcionada! E confesso-lhe que isso me levanta muitas dúvidas, sobre as reais motivações para o espoletar deste conflito…

Caro Sr.  Presidente! Não tenho dúvidas que, neste conflito, existem falhas de ambas as partes! A verdade nunca mora só de um lado! Mas porque a minha longa experiência de vida e de liderança mo dizem, também estou certo que não existem conflitos insanáveis! A resolução destes está sempre intimamente ligada à capacidade de quem lidera!  E liderar é isso mesmo! É gerir conflitos, tendo como único foco defender os interesses do cargo que servimos, e não qualquer interpretação de gosto pessoal! Muitas vezes temos que nos sentar com quem “não gostamos”, por isso ser importante para quem estamos a servir!

Caro Sr.  Presidente, confesso que fiquei muito triste e preocupado quando li a notícia de que, o presidente do meu Sporting tinha dado ordem de despejo às duas claques em questão! O Sporting não precisa disto. Nem tão pouco é tempo para isto! O Sporting precisa de um líder que una e traga paz ao Sporting! E não de quem esteja, constantemente, a abrir feridas entre os sportinguistas! O seu cargo é para estar ao serviço do Sporting e dos sportinguistas! Não é para decidir de forma totalitarista e sem ouvir ninguém! Sim, sem ouvir ninguém! Não acha que uma decisão desta natureza e severidade, devia ser votada em Assembleia Geral? Tinha esta medida no seu programa eleitoral, para se sentir legitimado a colocar de parte milhares de sócios e expulsá-los de Alvalade?

Caro Sr.  Presidente, Dr. º Frederico Varandas, não estou aqui a fazer a defesa de nenhuma das partes! Só estou a querer defender o Sporting! E o Sporting precisa de todos! Não me iludo, pois existem muitas coisas a serem corrigidas nas claques, e não só! Também sei que isso é um trabalho muito árduo e que requer muito calo, humildade, resiliência, capacidade de ouvir, bom senso e determinação. Ou seja, trabalho de líder! É para isso que servem os líderes, é para criar consensos, criar pontes e tornar o Sporting sempre mais forte! E é isso que lhe venho pedir. Venho pedir-lhe, em nome do que acredito ser o melhor para o Sporting, que seja capaz de liderar este conflito pensando no Sporting e não no que gosta ou deixa de gostar!

Sei que, não raras vezes, nestes casos, as posições ficam tão extremadas que o diálogo directo, entre as partes se torna praticamente impossível! Se este for o caso, como tudo leva a crer que sim, peço-lhe que mandate alguém para intermediar estas negociações! Como não sou só de falar, mas sim de fazer parte das soluções, coloco-me à sua disposição, e das claques em causa, para esta difícil e imprescindível missão de voltar a unir todos à volta do Sporting! Acredito que o amor ao Sporting, logo que ele exista, é sempre mais forte do que qualquer diferendo!

Assim, caro Sr.  Presidente, Dr.  Frederico Varandas, peço-lhe, na qualidade de sócio do Sporting, que queira anular a sua decisão de expulsar as claques de Alvalade. Peço-lhe que, em nome da estabilidade do Sporting, abra uma janela à paz, nomeando quem possa intermediar este conflito! Em última instância, caso não queira deitar abaixo este terrível muro autista que construiu à sua volta, não se sinta legitimado a tomar esta decisão sozinho e tenha a humildade de ouvir os sócios em Assembleia Geral.

Saudações Leoninas

Coutinho Duarte

Sócio n.º 39.027-0

  Comentários