INVESTIMENTO PELO QUAL VARANDAS TEVE LUTAR MOSTROU NOVIDADES NO TREINO DO SPORTING E REGRESSO ESTÁ PARA BREVE
Presidente dos leões travou 'batalha' com alguns dos principais tubarões europeus para garantir jogador
Redação Leonino
Texto
9 de Fevereiro 2024, 14:47
Frederico Varandas, Sporting

Há novidades sobre o estado físico de Iván Fresneda. Mais de dois meses depois de ter sido submetido a intervenção médica ao ombro e três após o último jogo pelo Sporting – dia 9 do passado mês de novembro, data em que os verdes e brancos enfrentaram o Raków, da Polónia – o lateral-direito já trabalhou com bola.

Segundo o jornal O Jogo, o espanhol já fez exercícios com o esférico, mas sempre acompanhado de perto por membros departamento clínico dos verdes e brancos. No entanto, ainda não se trata de uma evolução definitiva, visto que, depois disso, voltou a treinar apenas com objetivo de melhorar a condição física.

Iván Fresneda reforçou os leões a troco de 9 milhões de euros, mais 2 milhões, mediante a concretização de objetivos individuais e coletivos. O Clube de Alvalade terá batido alguns dos principais emblemas europeus na corrida pelo futebolista internacional jovem pela Espanha – tido como uma das maiores promessas na posição – tais como Arsenal e Borussia Dortmund.

Esta temporada, o defesa direito – avaliado em 13 milhões de euros – realizou apenas cinco jogos na turma de Rúben Amorim: três na Liga Europa, um no Campeonato Nacional e outro na Liga Europa. Ao todo, Iván Fresneda conta com 165 minutos disputados pelo Sporting, visto que a mazela o impossibilitou de contribuir mais para a turma de Rúben Amorim.

O Sporting volta a entrar em campo no domingo, 11 de fevereiro, para o embate da jornada 21 do campeonato nacional. A partida diante do emblema minhoto está agendada para as 18h00, no Estádio José Alvalade e vê os leões com ‘fome’ de vingar a derrota na final four da Taça da Liga – partida em que a turma verde e branca dominou do início ao fim, tendo sofrido num dos poucos remates adversários à baliza de Franco Israel.

  Comentários