MÁRIO LINO, LENDA DO SPORTING, AVISA AMORIM SOBRE AVANÇADO GOLEADOR: "É SEMELHANTE AO YAZALDE"
Antiga glória dos verdes e brancos acredita que um dos pontas de lança da atualidade tem características comparáveis às do matador argentino
Redação Leonino
Texto
13 de Fevereiro 2024, 14:29
Rúben Amorim, Sporting

O Sporting tem-se apresentado demolidor esta temporada e são já 92 os golos que a turma de Alvalade marcou, em 32 jogos disputados. Mário Lino, antiga glória dos leões, faz, com as devidas diferenças, uma comparação com o plantel de 1973/74, com Héctor Yazalde como grande referência atacante e avisa Rúben Amorim sobre Viktor Gyokeres, que acredita ser “semelhante” ao goleador argentino.

“Hoje em dia vemos que a equipa do Sporting está equilibrada, joga em bloco e dessa forma consegue apresentar este rendimento. Antes isso não acontecia, nós víamos o Sporting a dominar os jogos, mas faltava sempre o golo que garantisse a vitória. Agora é diferente, sentimos que os jogadores estão muito confiantes”, começou por dizer, ao Record.

“Obviamente que não podemos dizer que seremos campeões pois no futebol isso é impossível devido aos imponderáveis, mas não tenho dúvidas que somos candidatos em todas provas que disputamos”, garantiu o antigo futebolista verde e branco.

“É injusto comparar jogadores diferentes em épocas diferentes, mas o contexto é semelhante. Ao contrário do Gyökeres, o Yazalde sentiu problemas de adaptação mas quando estava integrado e teve a sua oportunidade confirmou a sua capacidade para fazer golos. O Gyökeres trouxe uma objetividade da qual o Sporting estava carenciado. A forma como joga ajuda a libertar os companheiros”, explica, comparando os grandes matadores dos dois planteis.

Héctor Yazalde representou o Sporting durante quatro temporadas – entre 1971/72 e 1974/75. No total, com a Listada verde e branca, o ponta de lança sul-americano apontou uns impressionantes 126 golos em 131 jogos, sendo, ainda aos dias de hoje, um dos maiores goleadores estrangeiros dos leões.

Viktor Gyokeresavaliado em 45 milhões – leva, até ao momento, 29 encontros realizados (2.354 minutos). Ao todo, o sueco marcou 27 golos e fez 10 assistências, sendo a grande figura da temporada da turma de Rúben Amorim. O avançado tem contrato com o Sporting até junho de 2028 e uma cláusula de rescisão de 100 milhões de euros.

  Comentários