PAULINHO ENGANA-SE E LEVA RASPANETE DE PILAR DO SPORTING: “NÃO VOU ESTAR SEMPRE AQUI PARA TI”
Momento aconteceu na rádio, com membro da comunidade leonina a surpreender avançado dos verdes e brancos
Redação Leonino
Texto
15 de Maio 2024, 17:54
Paulinho, Sporting, Estoril

Massa, carne picada e mais? Nesta manhã, Paulinho, avançado do Sporting, esteve na Rádio Comercial, e, após admitir que não era um bom cozinheiro, foi desafiado a enumerar os ingredientes do esparguete à bolonhesa. Quase acertou nos 10 ingredientes necessários para fazer um bom prato de massa, porém, como lhe faltou um, o alho, Rúben Amorim entrou em cena e ajudou o camisola 20 dos leões.

“Então eu vou te ensinar os ingredientes do esparguete à bolonhesa”, começou por dizer o técnico ao enumerar numa mensagem de voz que enviou ao programa. “João Paulo, eu não vou estar sempre aqui para ti. Agora anda treinar e fazer aquilo em que tu és bom”, brincou Amorim. Paulinho estranhou a voz matinal do treinador e perguntou mesmo a Vasco Palmeirim “Quem é?”.

Ainda na sua mensagem para a Rádio Comercial, Rúben Amorim completou cheio de bom humor: “E vais correr mais que os outros, só para não estares aqui a brincar na rádio”. Recorde-se que Paulinho foi uma das figuras principais da turma de Amorim na conquista do título de campeão nacional, marcando o total de 20 golos – o seu melhor registo desde que chegou ao Sporting.

Esta temporada, Paulinho – avaliado em 6,5 milhões de euros – leva 45 encontros disputados (2.235 minutos): 30 na Liga Portugal Betclic (1.247), sete na Liga Europa (430), cinco na Taça de Portugal (356) e três na Taça da Liga (202). O avançado da turma de Rúben Amorim apontou 20 golos e fez seis assistências na conta pessoal.

Desde que chegou ao Sporting, oriundo do Braga a troco de 16 milhões de euros por 70% dos direitos económicos, em janeiro de 2021, Paulinho contabiliza 143 encontros, 52 finalizações certeiras, 21 assistências e quatro títulos conquistados: dois Campeonatos Nacionais (2020/21 e 2023/24), uma Taça da Liga (2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021). O avançado tem contrato até junho de 2026 e uma cláusula de rescisão de 65 milhões de euros.

  Comentários