“PREMIER LEAGUE É O OBJETIVO”: TITULARÍSSIMO DE AMORIM ABRE PORTA À SAÍDA DO SPORTING
Craque dos leões quer mudar-se para Inglaterra, embora se sinta bem com a Listada verde e branca
Redação Leonino
Texto
7 de Junho 2024, 06:31
Morten Hjulmand, Paulinho, Pote, Francisco Trincão, Viktor Gyokeres, Nuno Santos, Sporting, Rúben Amorim, Premier League, Varandas

Morten Hjulmand não esconde o desejo de jogar na Premier League. O médio do Sporting sempre se mostrou admirador do campeonato inglês tendo, inclusive, uma tatuagem do Arsenal num dos ombros. Apesar de estar feliz em Alvalade, o futebolista refere que aguarda a mudança para aquela que é considerada a melhor liga do Mundo.

“Premier League? Diria que é um destino no qual me viria no futuro. Agora, se é um sonho, não sei. Mas é uma meta e tenho o objetivo de jogar um dia na Premier League”, garantiu o ‘camisola 42’ de Rúben Amorim, ao Tipsbladet, depois da vitória da Dinamarca, por 2-1, diante da Suécia.

O médio dos leões recorda ainda a temporada passada, no Lecce e como acreditava ficar na Serie A: “No fim de contas, mexemos um pouco no mercado italiano, porque pensámos que tínhamos construído um perfil muito forte e um nome a ter em conta em Itália, depois de ter ajudado o Lecce a subir de divisão e ter permanecido na liga”, atirou.

“Por isso, olhámos para o que se estava a passar no mercado italiano, mas não aconteceu muita coisa no início da janela de transferências em Itália. Tive algumas semanas para pensar e analisar tudo com as pessoas que me aconselham sobre o facto se devia permanecer em Itália ou não e tentar algo noutro país. O Sporting entrou rapidamente em cena e estiveram bem ao dar-me tempo para pensar. Tive um bom pressentimento em relação ao Sporting, acerca da forma como me apresentaram o projeto, tanto em relação a mim como em relação a toda a equipa. Cativou-me muito”, admitiu.

Em 2023/24, com a camisola do Sporting, Morten Hjulmand – avaliado em 40 milhões de euros – realizou 49 encontros: 30 no Campeonato Nacional, 10 na Liga Europa, sete na Taça de Portugal e dois na Taça da Liga. Nos 3.539 minutos que disputou, o médio apontou quatro golos e fez quatro assistências.

  Comentários