RENOVAÇÃO DE ADÁN ESTÁ EM RISCO? PILAR DO SPORTING ESCLARECE: "ESSAS CONTAS NÃO..."
Guarda-redes dos leões está a dois jogos de ativar cláusula automática presente no contrato
Redação Leonino
Texto
2 de Março 2024, 12:53
Antonio Adán, Sporting, Farense

A lesão de Antonio Adán não vai interferir com o prolongamento do vínculo com o Sporting. Na antevisão ao embate diante do Farense, Rúben Amorim, treinador dos leões, garantiu que, embora esteja magoado e possa não ativar a cláusula de renovação automática, o espanhol continua nos planos e vai ficar em Alvalade.

“Não muda nada (futuro), porque pensamos recuperar o Adán já para esta época. É uma lesão normal. Essas contas de renovações não entram, porque temos um objetivo como equipa. São casos particulares. Pensamos é que temos de recuperar o Adán. Ele tem tempo, e precisamos do Adán recuperado para nos ajudar a conquistar títulos”, garantiu o técnico verde e branco.

Quanto à mazela, o técnico esclareceu que “É uma lesão normal e não é grave, é um problema muscular que vai ser tratado e recuperado no menor tempo possível. Prevejo uma paragem de alguns jogos, porque foi muscular, mas não sei ao certo. Terá de ser com o departamento médico”.

Recorde-se que, no último contrato celebrado entre o ‘camisola 1’ e o Clube de Alvalade, ficou estipulado que, esta temporada, caso o guardião realizasse 30 jogos com pelo menos 45 minutos de utilização, o vínculo com o Sporting se estendia automaticamente, até ao final da próxima época desportiva – 2024/25.

Esta temporada, Antonio Adán – avaliado em 800 mil euros– leva 28 encontros pelo Sporting: 22 na Liga Portugal Betclic e seis na Liga Europa. Ao todo, nos 2.520 minutos em que esteve em campo, o guardião sofreu 29 golos (22 no campeonato e sete na prova europeia).

Antonio Adán chegou ao Sporting no verão de 2020, oriundo do Atlético de Madrid, a custo zero. Desde então, o espanhol realizou 156 encontros, fez duas assistências e conquistou um Campeonato Nacional (2020/21), duas Taças da Liga (2020/21 e 2021/22) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (2021/22).

  Comentários