RICARDO ESGAIO PODE MESMO SENTAR NO FAMALICÃO - SPORTING E JÁ SE SABE QUEM É O PRINCIPAL 'CULPADO'
Camisola 47 tem sido opção recorrente do técnico Rúben Amorim mas poderá ver-se no banco no próximo confronto leonino
Redação Leonino
Texto
3 de Fevereiro 2024, 11:49
Ricardo Esgaio, Vizela, Sporting

Apesar de ter jogado pouco mais de 30 minutos, o internacional Geny Catamo, teve um impacto imediato na equipa durante o jogo contra o Casa Pia (8-0). O jovem contribuiu com um golo, o quinto da partida, e proporcionou uma assistência para Coates. Este desempenho notável pode abrir caminho para que o extremo de 23 anos volte a integrar o onze inicial no próximo confronto contra o Famalicão, possivelmente relegando Ricardo Esgaio para o banco.

Geny Catamo não figura no onze titular desde o encontro contra o Estoril em janeiro, antes de se dedicar aos compromissos com a seleção de Moçambique. Contudo, a sua mais recente exibição, pode dar-lhe uma nova oportunidade de se estrear em Famalicão a titular na lateral leonina.

Durante a sua ausência para trabalhos internacionais, Rúben Amorim optou por Ricardo Esgaio, uma escolha que, apesar de sólida, não apresenta a mesma propensão ofensiva que o do moçambicano – o camisola 21 soma já três golos e três assistências em 22 jogos oficiais pelo Sporting.

Rúben Amorim, conhecido pela sua rotação constante, tem mantido uma estratégia de alterações frequentes ao onze titular nesta temporada. Com apenas dois jogos consecutivos com o mesmo alinhamento desde a primeira volta da Liga Portugal Betclic, é provável que o técnico faça novas mudanças na formação para o próximo confronto, na 20ª jornada do campeonato.

Relembra-se que neste sábado, dia 3 de fevereiro, às 18h00, a equipa verde e branca desloca-se a Famalicão e prepara-se para correr pela conquista de mais três pontos, na luta pela manutenção da liderança do campeonato e pela possibilidade de estabelecerem um novo recorde de vitórias na presente época.

Esta temporada, Geny Catamo – avaliado em 4 milhões de euros – contabiliza 22 encontros (1.043 minutos), onde marcou três golos, diante do Olivais e Moscavide, Boavista e Chaves, e fez ainda três assistências, tendo sido uma aposta regular de Rúben Amorim

  Comentários