UI, UI! PEDRO SOÁ, ANTIGO CONCORRENTE DO BIG BROTHER, SAI EM DEFESA DE MARCO COSTA E DEIXA 'RECADO' A INSTITUIÇÃO: "TENHAM JUÍZO"
Ex-participante da casa mais vigiada do país publicou, na passada quarta-feira, história onde se posicionou diante da situação
Redação Leonino
Texto
1 de Fevereiro 2024, 16:32
Marco Costa

Marco Costa, conhecido adepto do Sporting, está envolvido numa polémica com a associação SOS Animal. Em causa está uma fotografia publicada pelo pasteleiro, que se exibiu perto de um leão no Dubai, que estava acorrentado, num jardim zoológico privado. O gesto foi de imediato condenado pela organização.

Pedro Soá, antigo concorrente do Big Brother, saiu, na passada quarta-feira, em defesa de Marco Costa. “Conheço o Marco e sei que seria incapaz de sequer compactuar com aquilo de que está a ser acusado. Tenham juízo! Isto está simplesmente a ficar ridículo!, começou por dizer.

E prosseguiu: “Aproveitam qualquer coisa, para denegrir e atacar pessoas que simplesmente querem viver e desfrutar sem fazer mal a ninguém. Estas associações, usam e abusam de narrativas populistas, para se auto-promoverem”.

Depois de uns dias de reflexão, o fervoroso fã do Clube de Alvalade, deixou, esta quinta-feira, um comunicado, na rede social Instagram, em forma de resposta às acusações que foi alvo. “Sempre me pautei por uma boa relação com a imprensa e com a minha audiência, e quero que se mantenha da mesma forma. Compreendo as vossas preocupações e quero pedir desculpas sinceras se as minhas ações vos desapontaram ou incomodaram”, começou por dizer.

“Vejo cada acontecimento como uma oportunidade para aprender, evoluir e tomar decisões informadas. Eu continuo com a consciência tranquila, fiel aos meus princípios, valores e causas que defendo. Obrigado a todos pela compreensão”, terminou.

Recorde o comunicado emitido pela associação: “Lamentavelmente, mesmo com tanta informação, observamos figuras públicas a promover a cruel indústria do turismo com animais sem qualquer preocupação com o seu bem-estar. Enviamos a seguinte informação ao Marco Costa: Caro Marco Costa, gostaríamos de partilhar algumas preocupações sobre a promoção de animais selvagens em zoológicos”

Os zoológicos não conseguem proporcionar um ambiente adequado para as espécies que detêm em cativeiro, limitando a expressão natural de seus comportamentos. Nenhum animal selvagem deve estar aprisionado ou ser obrigada a interagir com outras espécies”.

“Se gosta de animais por favor informe-se sobre como interagir com estes com ética e jamais promova o cruel negócio dos animais em cativeiro. A informação já é muito e temos a responsabilidade de fazer mais. Se precisar de mais dados sobre este tema estamos disponíveis”.

  Comentários