“A EXPULSÃO PESOU MUITO”
Treinador do Sporting CP criticou a expulsão de Yannick Bolasie
Redação Leonino
Texto
21 de Janeiro 2020, 23:10

Silas era um treinador resignado após a eliminação da Allianz Cup. O técnico do Sporting CP criticou a expulsão de Yannick Bolasie, considerando que foi o momento em que o jogo mudou.

“A leitura ao jogo é fácil. Houve um ligeiro ascendente do SC Braga na primeira parte mas, depois de fazermos uma alteração, o jogo ficou muito equilibrado. Depois a partir dos 60′, com menos um, o SC Braga foi superior. Fez golo numa segunda bola, mas já estávamos muito desgastados. A expulsão acabou por pesar muito, uma expulsão que na minha opinião não faz sentido, não podemos ver frame a frame, o jogador escorrega, vai à disputa de bola, ainda a corta. O jogador vem de uma escorregadela, não percebo como o VAR não vê uma escorregadela. Amarelo ainda admitia. A troca do Luiz Phellype pelo Neto é porque sabíamos que ia ser mais difícil pressionar na frente. Ainda mais tendo o Coates com amarelo. Corríamos risco de não pressionar na frente e não dar resposta a cruzamentos”, disse o treinador.

Silas falou também sobre os lenços brancos que se viram no Municipal de Braga.

“Não estou aqui para olhar para os lenços brancos, nem os vi. Não ligo muito a isso, mas sim ao trabalho diário. Tenho capacidade par estar aqui por isso não penso nisso, mas sei que os resultados é que mandam. Se não ganharmos vai haver cada vez mais lenços brancos. Vou ter uma carreira boa, com lenços ou sem lenços o trabalho é sempre o mesmo e é bastante”, comentou.

  Comentários