AFINAL VAI OU NÃO VAI? JOSÉ MOURINHO FALA SOBRE IDA PARA UM PAÍS ONDE ESTÁ UM EX TREINADOR DO SPORTING QUE DOMINA TUDO E TODOS
Turma italiana venceu por duas bolas a uma, depois de ter estado a perder por um zero até aos 77' minutos do jogo
Redação Leonino
Texto
4 de Janeiro 2024, 14:04
José Mourinho

José Mourinho abordou na noite de quarta-feira passada, dia 4 de janeiro, o alegado interesse do Brasil em contar com os seus serviços, rumor ao qual o próprio assegurou ser mentir e não ter recebido qualquer contacto direto por parte da Confederação Brasileira de Futebol, num país onde Abel Ferreira (ex-Sporting) continua a encantar tudo e todos.

Durante uma conferência de imprensa após o jogo com o Cagliari, o treinador português revelou que fez um pedido expresso ao seu empresário:  “Não sei se é verdade que o Brasil me quer, mas comigo não falaram. Pedi ao meu agente que não me dissesse nada sobre qualquer contrato”, explicou Mourinho, conforme citado pela Gazzetta dello Sport.

Importa recordar que Mourinho tem sido apontado como um dos principais candidatos ao cargo de selecionador da seleção brasileira, e que estas especulações ganharam ainda mais força após a renovação oficial de Carlo Ancelotti.

Falando da partida em si, esta revelou-se como uma missão desafiadora para a equipa da casa que, ainda assim, conseguiu confirmar o seu estatuto de favorita e assegurou a passagem para os quartos de final da Taça de Itália frente ao Cremonese.

Sob a orientação de José Mourinho, a equipa romana esteve em desvantagem até aos 77 minutos, mas conseguiu reverter o resultado para vencer a Cremonese (2-1), um adversário que atua na segunda divisão do futebol italiano. Apesar do domínio constante por parte da Roma, os Gialorrossi foram surpreendidos no primeiro tempo, quando Frank Tsadjout conseguiu marcar um golo contra Mile Svilar.

A reviravolta aconteceu já numa fase em que Mourinho já havia esgotado todas as substituições possíveis. Lukaku, num lance de contra-ataque, foi o responsável por igualar o marcador. Minutos depois, o lateral Leo Spinazzola foi derrubado na área adversária, e Paulo Dybala, na conversão de uma grande penalidade, garantiu a qualificação para a equipa da casa.

  Comentários